Cotidiano

MS recebe 23 mil doses de CoronaVac e Saúde pede plantão para colocar 2ª aplicação em dia

Secretário de saúde cobrou municípios para acelerarem a vacinação

Gabriel Maymone e Mylena Rocha Publicado em 10/05/2021, às 11h30

Aplicação da 2ª dose de CoronaVac terá avanço esta semana em MS
Aplicação da 2ª dose de CoronaVac terá avanço esta semana em MS - Henrique Arakaki / Midiamax

Com expectativa de receber cerca de 23 mil doses da CoronaVac na terça-feira (11), Mato Grosso do Sul dará prosseguimento à aplicação da 2ª dose, que está atrasada. Para isso, o secretário estadual de saúde, Geraldo Resende, pediu plantão dos municípios para colocar a imunização em dia.

"Peço para aplicar imediatamente, não as deixem em geladeira. Alguns municípios deixaram e nos deixaram muito constrangidos, inconformados. [Por] a gente fazer todo o esforço para chegar ainda no sábado pela manhã nos municípios, mas não tivemos montagem de equipe de imunização para fazer no domingo", disse o secretário, referindo-se à última distribuição de doses realizada no sábado.

Ainda, Resende informou que a SES passará a divulgar o estoque de vacina disponível em cada município, para a população poder cobrar. 

O Instituto Butantan, que produz a CoronaVac, entrega nesta segunda-feira (10), remessa com 2 milhões de doses ao Ministério da Saúde. Assim, levando em consideração a distribuição de 1,1% que MS normalmente recebe, a expectativa da SES é que chege entre 22 mil e 23 mil doses.

Dose de reforço atrasada

Na quinta-feira (06), MS publicou em Diário Oficial o balanço do número de pessoas que estavam com vacinação atrasada: 134 mil em todo o Estado. Dessa forma, a quantidade enviada pelo Ministério da Saúde não deverá ser suficiente para dar fim à fila de espera para receber a 2ª dose da CoronaVac. Em Campo Grande, pessoas agendadas para o dia 22 de abril ainda estão sem receber o reforço, necessário para completar a imunização.

O último lote de CoronaVac recebido foi no sábado (08), quando MS teve 13,3 mil doses para aplicação neste público em atraso. A orientação do Ministério da Saúde é que a população deve tomar a segunda dose da vacina covid mesmo que a aplicação ocorra fora do prazo recomendado, para se completar o esquema vacinal para assegurar a proteção adequada.

Jornal Midiamax