Concessão

A concessão se dará pelo regime de autorização, que já vem sendo praticado no país com embasamento em Medida Provisória e terá a chancela de lei já aprovada no Senado e em tramitação final na Câmara dos Deputados.  Essa lei cria outra possibilidade de investimento muito interessante para Mato Grosso do Sul, na Ferrovia Malha Oeste, a principal estrada de ferro que corta o Estado de Leste a Oeste e está em condições precárias.

“Temos um estudo para relicitação no próximo ano, mas o regime de autorização permite também que se tome decisões no sentido de buscar alternativas mais apropriadas para aquelas ferrovias cujos processos já estejam em andamento”, observou Jaime Verruck.

O secretário lembrou que o governo do Estado criou o GT (Grupo Técnico) das Ferrovias para acompanhar os processos da Ferroeste, Ferronorte e também da Malha Oeste, e agora se debruça também sobre as tratativas envolvendo esses ramais em negociação através do regime de autorização.

(Com informações do Governo do Estado).