Cotidiano

IFMS decide pelo retorno das aulas presenciais em outubro

Decisão começa a valer em 16 de outubro, porém a retomada das aulas em cada campus deverá considerar o cenário local da pandemia

Lucas Mamédio Publicado em 28/09/2021, às 14h19

None
(Foto: Divulgação)

O IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) informou que irá permitir o retorno presencial das aulas e do trabalho administrativo a partir do próximo dia 16 de outubro. A decisão n° 298/2021 revoga a suspensão das atividades presenciais, mas, até lá, a instituição segue a retomada parcial e gradual das atividades presenciais.

A reitora do IFMS, Elaine Cassiano, destaca que aulas práticas e teóricas já têm sido oferecidas em todos os campi, mas que o retorno presencial, com a nova decisão, deverá ser ampliado.

“Desde o meio do ano iniciamos um retorno gradual das atividades presenciais, porém agora, com o avanço da vacinação em adolescentes e a melhoria dos cenários da pandemia, seguimos a recomendação da Comissão e revogamos a suspensão das atividades presenciais, o que significa que de forma crescente e gradual podemos retomar nossas aulas presenciais”.

A retomada em cada unidade deverá ser decidida por seu dirigente, seja a reitora, no âmbito da reitoria, ou os diretores-gerais, nos caso dos campi. Tais decisões devem estar amparadas pelas "Diretrizes para retorno das atividades presenciais durante a pandemia", elaboradas pela Comissão de Organização de Campanhas de Conscientização dos Riscos e Medidas de Prevenção ao Coronavírus, com colaboração do Comitê de Biossegurança do IFMS.

As diretrizes baseiam-se nos cenários de cada município avaliados no Programa Prosseguir, do Governo do Estado. Cada município recebe, periodicamente, uma classificação, seriada em cores, conforme a evolução ou regressão da pandemia, considerando número de casos, taxa de transmissão, ocupação de leitos hospitalares, entre outros fatores.

Para cada faixa de cor do Prosseguir, as diretrizes determinam qual porcentagem das atividades podem ser retomadas, assim como quais medidas de biossegurança devem ser adotadas.

Mesmo com o retorno, a decisão determina que as atividades não presenciais continuam sendo permitidas, quando justificadas ou quando o cenário não permitir a atividade presencial. O presidente da comissão responsável por avaliar o cenário da pandemia e diretor de Gestão de Pessoas do IFMS, Pedro Rissato, esclarece como deve ser feito o retorno das atividades presenciais.

“O retorno das atividades ocorrerá de maneira parcial e gradual, para que todos possamos nos adaptar a essa realidade. Foram adquiridos vários materiais para que essa retomada aconteça da melhor forma possível, entre eles, materiais de biossegurança e de apoio digital pedagógico; além desses, existe um processo aberto para uma compra inicial de máscaras que darão suporte em um primeiro momento”, afirmou.

Prosseguir — Alguns dos municípios onde estão localizados os campi do IFMS já se encontram em faixas mais avançadas no Programa Prosseguir, o que possibilita o aumento na quantidade de atividades ofertadas presencialmente.

No último boletim divulgado, Corumbá encontra-se na faixa amarela, melhor situação dentre todas as unidades. Aquidauana, Coxim, Jardim e Nova Andradina estão na faixa laranja; já os municípios de Campo Grande, Dourados, Naviraí, Ponta Porã e Três Lagoas ainda seguem na faixa vermelha.

Jornal Midiamax