O Hospital do Coração em Campo Grande foi vendido para o Grupo Santa, detentor de rede de hospitais Santa Lúcia, no Distrito Federal. Com planejamento de ampliação de leitos, novo centro cirúrgico e modernização do pronto-socorro, valor da compra não foi divulgado.

Conforme divulgado pela Folha de São Paulo, com a compra, o grupo passa a administrar sete hospitais nos estados do Centro-Oeste. Com as unidades no país, o grupo Santa tem 3.600 médicos trabalhando em dez unidades que somam 1.300 leitos e realiza, em média, 70 mil atendimentos mensais. A nova unidade tem 85 leitos e atende cerca de 50 mil pacientes por ano.

O plano é ampliar o número de leitos para 120 nos próximos meses, construir um novo centro cirúrgico e modernizar o pronto-socorro. O Hospital do Coração atua em 37 especialidades em Campo Grande. O grupo foi fundado por um grupo de médicos que criou o primeiro hospital particular de Brasília, a Casa de Saúde Santa Lúcia, inaugurada em 1966.

Hoje Santa Lúcia Sul, é o maior hospital do grupo. O médico Mauro Cosme Andrade, atual diretor superintendente do Hospital do Coração, seguirá à frente da administração da unidade.