Cotidiano

Frio assusta, mas não impede campo-grandense de ir às compras no Centro

Campo-grandenses também comentam as estratégias para driblar a friagem

Mariane Chianezi e Ranziel Oliveira Publicado em 29/06/2021, às 16h13

None
Leonardo de França, Midiamax

Mesmo com uma tarde atípica em Campo Grande e temperatura marcando 12°C, os moradores não se intimidaram e foram ao Centro da Capital. Por compromissos ou por compras, os campo-grandenses enfrentam o frio.

Conforme Lucinei Miranda, de 48 anos, o frio desta semana está se assemelhando ao Sul do país e com compromisso inadiável, precisou sair de casa nesta tarde gelada. “Eu até gosto de frio, mas ontem e hoje está muito exagerado. Falei com um parente do Rio Grande do Sul e aqui estava mais frio que lá”, disse.

[Colocar ALT]
Foto: Leonardo de França, Midiamax

Devido ao frio, Antonia Souza Araújo, de 53 anos, foi ao Centro comprar roupas para se agasalhar. Acompanhada da filha, ela comprou moletons e voltava para casa. À reportagem, ela contou como dribla a onda de frio. “Tomo banho mais cedo, procuro não ficar muito parada, faço alguma coisa em casa, passeio com o cachorro”, comentou.

Nei da Silva, de 63 anos, disse que foi até ao Centro, pois precisava comprar um presente. “Não gosto de frio, não dá nem para sair na rua”, disse. Para enganar a friagem, o aposentado tem uma tática: “Só tomando cachaça. Toma uma com limão e o frio passa na hora”, afirmou.

Com o aniversário da filha caindo justamente em um dos dias mais frios do ano, Thiago Sei, de 36 anos, não teve alternativa e saiu de casa para passar o dia com a menina. “Almoçamos juntos e fizemos algumas compras. Para esse frio tem que agasalhar bem os pés, coloco duas meias”, disse.

O garagista afirmou que gosta do frio e comentou o porquê: “A gente é meio metido, gasta de frio para se sentir mais europeu”, brincou.

Geada e temperaturas abaixo de 0°C

Os moradores que precisarem sair de casa cedo nesta quarta-feira (30), podem se preparar para encarar o dia mais frio do ano em Mato Grosso do Sul. Sob alerta de onda de frio intensa e geada, as temperaturas podem ficar abaixo de 0°C em algumas cidades.

Conforme o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), 54 cidades de MS estão sob alerta de geada. Em Campo Grande, a previsão é que amanheça com mínima de 3°C, com possibilidade de haver ainda mais declínio. A previsão do instituto também alerta para geada na Capital, onde a máxima não deve passar dos 18°C.

Jornal Midiamax