Cotidiano

‘Fica para a próxima’: candidato confunde horário e perde prova do concurso da Guarda Municipal

Na Uniderp, um dos locais de provas, houve pelo menos três atrasados para a prova

Mariane Chianezi e Dândara Genelhú Publicado em 19/09/2021, às 08h55

None
Marcos Ermínio, Midiamax

Os candidatos chegaram cedo aos locais prova do concurso público da Guarda Municipal neste domingo (19), sendo necessário a abertura mais cedo dos portões para o ordenamento dos participantes às salas. No entanto, teve candidatos confundindo os horários e outros sendo ‘trolado’ pelo horário indicado no celular.

Ao Jornal Midiamax, Metkerson Pereira, de 32 anos, disse que acordou às 5h40 para revisar o conteúdo e ir preparado para a prova. No entanto, disse que confundiu o horário do fechamento do portão com o horário de início da prova.

“Não me atentei ao horário de fechamento do portão. Agora é esperar para a próxima”, disse o candidato. Os portões fecharam rigorosamente às 8h15 e Metkerson chegou às 8h30, horário de início da prova.

Eduardo Cavalcanti disse ter estudado por seis meses para concorrer a uma das vagas, mas por dois minutos perdeu a prova. No relógio do celular do rapaz indicava 8h13, enquanto, na verdade, já eram 8h15.

O candidato disse que chegou a passar outras duas vezes no concurso da Guarda Municipal, mas preferiu não ingressar, pois, achava as condições de trabalho insuficientes. Se prestasse a prova e fosse novamente aprovado, ele disse que poderia ingressar desta vez.

“Talvez, porque já melhorou bastante as condições de trabalho”, disse. Na Uniderp pelo menos três pessoas chegaram atrasadas e perderam a prova.

O concurso

Com mais de 15 mil inscritos para prova deste domingo (19), a carreira de Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande tem plano de cargos e salário recente, com remuneração que pode chegar a mais R$ 14 mil. Esta edição do concurso oferece 273 vagas, com salário de R$ 2.105,69 e bolsa-alimentação de R$ 294.

O plano de cargos e salários da Guarda foi aprovado em 2019, por meio da Lei Complementar 358/19, de autoria do Executivo Municipal e prevê um longo esquema de promoções horizontais e verticais, que envolve, principalmente, tempo de serviço e nível de graduação.

De acordo com a tabela publicada em Diário Oficial, a promoção horizontal se dá a cada três anos, até o máximo de 21 anos. Já a promoção vertical será concedida mediante aprovação em curso de formação ou capacitação, teste físico e ter comportamento com conceito bom.

A faixa salarial para os guardas do último estágio de remuneração vertical é acima dos R$ 10 mil em todas as classes, da A até a H, sendo que esta última pode receber vencimentos de até R$ 14.172,17. Porém, esse nível de salário está reservado para, no máximo, 2% do efetivo.

Confira a tabela abaixo:

Ingresso

O ingresso na Guarda se dá mediante a aprovação em concurso público constituído de seis etapas:  prova de conhecimentos; exame de saúde e toxicológico; prova de aptidão física; exame médico; investigação social e, por fim, curso de formação técnico-profissional.

Requisitos mínimos

Para entrar na Guarda é preciso ter concluído o ensino médio, idade de 18 a 35 anos, dispor de altura mínima de 1m70cm às mulheres e 1m75 aos homens, habilitação de carro e moto, além de não ter antecedentes criminais, entre outros itens. O estágio probatório é de 3 anos.

Jornal Midiamax