Cotidiano

Procurando emprego e estabilidade, candidatos da Guarda Civil de Campo Grande fazem prova

O concurso tem 273 vagas, salário inicial de R$ 2,1 mil e bolsa alimentação de R$ 294

Mariane Chianezi e Dândara Genelhú Publicado em 19/09/2021, às 08h26

None
Marcos Ermínio, Midiamax

Os candidatos do concurso público da Guarda Civil Municipal de Campo Grande, que teve mais de 15 mil inscritos, chegaram aos locais de provas na manhã deste domingo (19). Apesar do adiamento da prova no ano passado devido à pandemia, candidatos não desanimaram e “comemoraram” a chance de estudar mais.

De olho no salário inicial de R$ 2.105,69 e bolsa-alimentação de R$ 294, os aspirantes aos cargos chegaram na Escola Estadual Henrique Cirilo Correa. Com 21 anos, Vinícius Nascimento faz o seu primeiro concurso público e a busca de estabilidade o levou a concorrer.

“Fiz cursinho e estudei em casa para me preparar”, comentou. Ele disse que acredita que a pandemia não atrapalhou os candidatos, que tiveram um tempo a mais para se preparar para a prova.

Jéssica Calzeroni, de 26 anos, fará a prova na Uniderp e disse que já trabalha na área, como segurança, e que pretende investir na carreira. “A estabilidade não é um grande fator, até porque o concurso não ganha tão bem. Foi até bom [o adiamento], porque deu para estudar mais”, disse.

A enfermeira Andreia Cris, de 36 anos, disse que é a primeira vez que faz um concurso da Guarda Municipal e o que motivou a participar foi a falta de emprego na área de formação. Ela disse que a pandemia não atrapalhou, pois, assim como os candidatos anteriores, conseguiu se preparar mais.

Por outro lado, André Maciel, de 41 anos, que faria a prova na Escola Estadual Henrique Cirilo Correa, disse que a Covid-19 atrapalhou, uma vez que acabou desfocando do concurso. “Infelizmente atrapalhou um pouco. Tínhamos um foco e acabou se perdendo, mas acontece”, disse.

Foto: Marcos Ermínio, Midiamax

O concurso

Com mais de 15 mil inscritos para prova deste domingo (19), a carreira de Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande tem plano de cargos e salário recente, com remuneração que pode chegar a mais R$ 14 mil. Esta edição do concurso oferece 273 vagas, com salário de R$ 2.105,69 e bolsa-alimentação de R$ 294.

O plano de cargos e salários da Guarda foi aprovado em 2019, por meio da Lei Complementar 358/19, de autoria do Executivo Municipal e prevê um longo esquema de promoções horizontais e verticais, que envolve, principalmente, tempo de serviço e nível de graduação.

De acordo com a tabela publicada em Diário Oficial, a promoção horizontal se dá a cada três anos, até o máximo de 21 anos. Já a promoção vertical será concedida mediante aprovação em curso de formação ou capacitação, teste físico e ter comportamento com conceito bom.

A faixa salarial para os guardas do último estágio de remuneração vertical é acima dos R$ 10 mil em todas as classes, da A até a H, sendo que esta última pode receber vencimentos de até R$ 14.172,17. Porém, esse nível de salário está reservado para, no máximo, 2% do efetivo.

Confira a tabela abaixo:

Ingresso

O ingresso na Guarda se dá mediante a aprovação em concurso público constituído de seis etapas:  prova de conhecimentos; exame de saúde e toxicológico; prova de aptidão física; exame médico; investigação social e, por fim, curso de formação técnico-profissional.

Requisitos mínimos

Para entrar na Guarda é preciso ter concluído o ensino médio, idade de 18 a 35 anos, dispor de altura mínima de 1m70cm às mulheres e 1m75 aos homens, habilitação de carro e moto, além de não ter antecedentes criminais, entre outros itens. O estágio probatório é de 3 anos.

Jornal Midiamax