Cotidiano

Famasul diz que preço médio da arroba bovina divulgada pela Sefaz está errado e pede revisão

Segundo Famasul, o Valor Real Pesquisado da Sefaz está 10% acima de média feita em levantamento próprio

Lucas Mamédio Publicado em 22/10/2021, às 15h33

None
(Foto: Reprodução)

A Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) solicitou ao Governo do Estado, por meio da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda), o ajuste do preço médio oficial da arroba bovina, chamado de Valor Real Pesquisado (VRP). A instituição pede que o índice fixado reflita o mais fielmente possível o praticado pelo mercado.  

Segundo a Famasul, ela própria realiza diariamente as pesquisas de preço junto aos frigoríficos do Estado. As pesquisas referentes à bovinocultura de corte estariam indicando valores médios em operações internas com pagamento à vista de R$ 265 para a arroba de boi gordo e R$ 260 para arroba de vaca gorda. Os números representam, respectivamente, 11% e 10% abaixo do valor fixado pela Sefaz.

O VRP é o valor base que o Estado usa como base para o cálculo do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). 

Jornal Midiamax