As equipes de obras começaram nesta semana os primeiros 250 metros de recapeamento da avenida Marechal Deodoro em Campo Grande. A avenida é o último braço do corredor Sudoeste do transporte coletivo, ligando os terminais Aero Rancho e Bandeirantes ao centro da cidade. Com o corredor, os ônibus têm faixa exclusiva  e o tempo de espera os passageiros será reduzido. 

Parte da drenagem projetada para o trecho já ficou pronta após três semanas de obra e foram executados remendos nos trechos mais críticos do pavimento feito no final dos anos 70. Como a base do trecho (que começa na rotatória com as avenidas Bandeirantes e Manoel da Costa Lima) foi feita de solo cimento, os engenheiros da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) explicam que não haverá necessidade de remover o asfalto antigo. 

A drenagem também será mais simples, com tubulação no canteiro central e em algumas travessias de ruas transversais. Na pista contrária haverá tubulação no meio da pista, o que exigirá interdições pontuais do trânsito. A  expectativa do secretário Rudi Fiorese é que em três meses o recapeamento da pista centro/bairro (desde o terminal Bandeirantes) esteja pronto.

O projeto prevê a implantação de 1,1 km de drenagem e a execução de 5,5 km de recapeamento, além da implantação de 4 estações de pré-embarque. Será levada à Caixa Econômica Federal (agente financiador do Projeto de Mobilidade Urbana), recapeamento de uma das pistas da Rua Urubupungá , última rua do Bairro Guanandi, ligação entre as avenidas Thyrson de Almeida e Marechal Deodoro.

Projeto

A partir da rotatória com as avenidas Bandeirantes e Manoel da Costa Lima, início do trecho em  pista dupla, a faixa exclusiva de ônibus será implantada rente ao canteiro central. As estações de pré-embarque serão implantadas entre as ruas Tabira e Visconde de Suassuna; entre a Avenida  Panambi Vera e a Rua Guaraí; entre as ruas  Roney Paim Malheiros e Tenente Antônio João Ribeiro. A última estação será entre as ruas Eduardo Contar e Túlio Alves Quito.

A Avenida Marechal Deodoro e seu prolongamento, a Avenida Gunter Hans, que até 1980 era o trecho urbano da BR-060,  serve de linha divisória de duas regiões urbanas da cidade: Lagoa e Anhanduizinho, onde somente dois bairros; Aero Rancho e Coophavila 2, tem mais de  50 mil habitantes.

Os dois primeiros braços do Corredor Sudoeste do transporte coletivo já estão quase prontos. No trecho Guia Lopes/Brilhante, já foi feita as sinalizações horizontal e vertical, os semáforos estão instalados e a partir de março será concluída a implantação das  estações programadas para o trecho de 2,2 km. Os 3,8 km da Bandeirantes estão recapeados,  falta a instalação de 7 estação,  implantação de  mais 800 metros de drenagem na Rua Salim Maluf, que captará as águas pluviais desde a Avenida Joaquim Dornellas , eliminando um ponto de alagamento na Rua Brilhante.

(com informações da PMCG)