Cotidiano

Entidades de trabalhadores repudiam humilhação a funcionário no Carrefour de Campo Grande

Federação e sindicato estiveram na loja e pedem providências

Mylena Rocha Publicado em 26/10/2021, às 10h32

None
Reprodução/Redes Sociais

O vídeo em que um funcionário do setor de eletro do Carrefour de Campo Grande é humilhado pela gerente do setor continua causando repercussão. Entidades de defesa dos trabalhadores emitiram nota de repúdio sobre o caso e afirmam que irão conversar com ambos os envolvidos. 

No vídeo, o funcionário aparece limpando o chão de joelhos, enquanto uma supervisora o ironiza. As imagens foram gravadas por um consumidor da loja e expostas nas redes sociais, quando viralizaram. A Fetracom-MS (Federação dos Trabalhadores no Comércio e Serviços de Mato Grosso do Sul) e o SECCG (Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande) pedem providências. 

As diretorias das duas entidades foram até a loja do Carrefour para pedir providências e conversar com os funcionários. A direção do supermercado informou que a supervisora foi afastada do cargo e afirmou que faz uma investigação interna. O rapaz que aparece nas imagens de joelhos não estava na loja, ele estava de folga.

Carlos Sérgio dos Santos, presidente do SECCG, afirma que a entidade vai voltar ao local para conversar com o funcionário para saber detalhes de todo o caso e se há outros envolvidos em atos dessa natureza. O presidente da Fetracom-MS, Douglas Rodrigues Silgueiro, também mostrou-se indignado com o caso que repercutiu nacionalmente na internet. 

“Casos como esse nunca deveriam acontecer em pleno século XXI. O Carrefour tem responsabilidade pelo que acontece em suas lojas, especialmente com seus funcionários”, afirmou.

O presidente da Fetracom-MS disse ainda que é obrigação de toda empresa tomar conhecimento de como seus colaboradores são tratados para evitar episódios dessa natureza, que são imorais e ilegais. Carlos Sérgio dos Santos quer ouvir as duas partes, inclusive a supervisora, que também é comerciária. “Queremos entender o que se passou ali para poder evitar que casos como esse voltem a se repetir”, afirmou.

Caso viralizou nas redes sociais

A publicação recebeu centenas de comentários, incluindo reclamações de ex-funcionários da supervisora. Um dos comentários trouxe à tona o vídeo, postado na quarta-feira (20), na rede social. Conforme o relato do perfil, a gerente teria tirado uma foto do rapaz, enquanto limpava o chão e teria enviado a imagem para a diretora, quando teria dito que o rapaz "não limpa a casa dele".

Confira na íntegra a nota emitida pelo Carrefour sobre o caso: "O Carrefour repudia todo e qualquer comportamento indevido por parte de seus colaboradores. Estamos apurando o caso internamente e, por ora, houve o afastamento da profissional envolvida".

Jornal Midiamax