Cotidiano

Dia do Fisioterapeuta: confira locais de atendimento gratuito em Campo Grande

Instituições de ensino atendem gratuitamente a população da Capital

Renata Barros Publicado em 13/10/2021, às 11h58

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Foto: Reprodução/AgênciaSenado

Nesta quarta-feira (13), é celebrado o Dia do Fisioterapeuta, profissional tão importante na recuperação e acompanhamento de pacientes com traumas e prevenção de lesões físicas. Com a pandemia de Covid-19, a atuação desses profissionais ganhou ainda mais destaque na recuperação das atividades pulmonares. Campo Grande conta com serviços gratuitos de fisioterapia, inclusive para aqueles que possuem sequelas da Covid-19. Confira alguns deles:

UCDB

A UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) realiza, por meio da Clínica-Escola, atendimentos gratuitos a adultos e crianças que apresentam distúrbios ortopédicos ou neurológicos. Os atendimentos são feitos por acadêmicos do último ano de Fisioterapia, sob a supervisão de professores. No local, são oferecidas fisioterapias traumato-ortopédica e neurofuncional.

A fisioterapia traumato-ortopédica trabalha na reabilitação de pós-fraturas, entorses, luxações, tendinites, traumas ou contusões musculares, amputações, distúrbios mecânicos da coluna vertebral, pós-cirurgias, dentre outras.

Já a fisioterapia neurofuncional atua em alterações neuromotoras, como paralisia cerebral, AVC (Acidente Vascular Cerebral), traumatismo crânio encefálico, lesão medular, síndromes e doenças degenerativas e atraso no desenvolvimento neuropsicomotor.

Para pacientes que estão em processo de recuperação da Covid-19, a Clínica-Escola também oferece atendimento de fisioterapia respiratória e muscular.

Como procurar atendimento: as consultas devem ser agendadas pelo telefone (67) 3312-3638, sendo que os atendimentos são realizados das 7h30 às 11h, de segunda a quinta-feira.

Atendimento para pacientes em recuperação pós-Covid-19 também é gratuito. Foto: Divulgação/UCDB

Anhanguera-Uniderp

A faculdade Anhanguera também oferece o atendimento sem cobrar nada, realizado por estudantes com a supervisão de professores. A coordenadora do ambulatório e professora de fisioterapia da Uniderp, Ana Carolina Demarchi, destaca que o atendimento é individualizado. “Por meio de procedimentos específicos e individualizados, o tratamento busca devolver ao paciente o status funcional mais próximo do que ele tinha antes da doença ou da internação prolongada. Todo o tratamento é monitorado, dando segurança ao paciente e permitindo um acompanhando da sua evolução, para que haja uma melhora das principais queixas que os pacientes apresentam”, afirma.

Para receber o atendimento gratuito é necessário apresentar o encaminhamento médico do SUS (Sistema Único de Saúde). Então, será marcada uma avaliação para posteriormente o paciente iniciar as sessões.

A instituição explica que caso não haja vagas disponíveis, em razão da redução de pacientes por conta das regras de segurança durante o período de isolamento social da pandemia, será disponibilizada uma lista de espera.

Como procurar atendimento: o agendamento pode ser feito por telefone no (67) 3345-6155 ou diretamente no Centro Universitário Anhanguera Campo Grande, que fica na Av. Gury Marques, nº 3203, local onde também é realizado o atendimento.

O paciente deverá apresentar carteira do SUS, encaminhamento médico e documento pessoal como foto. O horário de atendimento é das 07h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h, de segunda a sexta-feira.

Prefeitura Municipal

A Prefeitura Municipal auxilia pacientes em tratamento que precisem de reabilitação, como por exemplo, vítimas de fratura. Nesse caso, é preciso aguardar a regulação de vagas para ser atendido. Além disso, também há profissionais fisioterapeutas que acompanham o paciente dentro da unidade de saúde, quando possível, sem a necessidade de regulação.

Crianças também são atendidas nas instituições. Foto: Reprodução/AgênciaBrasil

UFMS

A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) também oferta o atendimento e foi acionada pela equipe de reportagem do Jornal Midiamax, porém não encaminhou as informações completas sobre o atendimento a tempo da publicação desta matéria, pois o feriado do Dia do Servidor passou para esta quarta-feira (13) na instituição. No entanto, a Universidade possui também uma CEI (Clínica Escola Integrada) para atendimento de pessoas em vulnerabilidade social, que pode ser contatada por meio do telefone (67) 3345-7967.

Jornal Midiamax