Cotidiano

Construtora terá 90 dias para consertar ponte interditada no São Conrado

Licitação teve valor de R$ 693.057,45

Mariane Chianezi Publicado em 20/09/2021, às 15h32

None
Henrique Arakaki, Midiamax/de arquivo

Interditada há meses, a ponte sobre o Córrego Lagoa, na Avenida General Alberto Carlos Mendonça Lima, no São Conrado com o Jardim Leblon, receberá obra para solucionar de vez os problemas que ocorrem desde 2013. Uma construtora venceu licitação no valor de R$ 693.057,45e, assim que ordem de serviço for emitida, terá 90 dias para concluir conserto. 

A Solução Engenharia foi a vencedora da licitação, divulgada nesta segunda-feira (20). Além da empresa, outra concorria, a GTA Projetos e Construções

Moradores da região relatam que a ponte foi totalmente interditada no ano passado. Depois, apenas um dos lados foi liberado, ficando parcialmente interditada. O problema é que, para evitar o desvio, motoristas e motociclistas acabam passando pelo trecho mesmo na contramão. Já aqueles que não querem infringir as regras, acabam desistindo de atravessar os bairros para evitar a volta de cerca de dois quilômetros.

Em cerca de 10 minutos no local, a reportagem conseguiu perceber pelo menos 11 motos que infringiram as regras de trânsito e passaram pelo trecho na contramão. A comerciante Floriza da Rosa, de 57 anos, é dona de um lava-jato e explica que o movimento caiu muito.

Licitação

A Solução Engenharia venceu disputa de preços da licitação de R$ 693.057,45 para obra na Avenida Panambiverá, em Campo Grande — o resultado foi divulgado nesta segunda-feira (20). Será contratada empresa para recuperação de infraestrutura e contenção de erosão na ponte sobre o Córrego Lagoa.

De acordo com divulgação anterior, a Prefeitura de Campo Grande apontou como classificadas as empresas GTA Projetos e Construções e Solução Engenharia. As duas apresentaram propostas e a que oferecesse o menor preço global, venceria. No aviso de hoje, não é detalhado o valor negociado.

A partir da publicação desta segunda-feira, abre-se prazo de cinco dias úteis para eventual interposição de recurso. Posteriormente, contrato é celebrado e a obra iniciada.

Carro ‘engolido’ por cratera

Em janeiro de 2013, uma cratera perto da ponte ‘engoliu’ um Fiat Palio enquanto motorista dirigia. O desmoronamento que engoliu o carro de um eletricista, na época com 36 anos, aconteceu também durante uma época chuvosa e acabou gerando grande transtorno para os moradores da região.

Na ocasião, a Secretaria de Infraestrutura revelou que o trecho de 40 metros da tubulação era de plástico e após incidente, foi substituído por tubulação de concreto.

No dia do ocorrido, o motorista, Rodrigo Soares, disse ao Jornal Midiamax que se sentiu aliviado por ter conseguido sair do carro ileso e com a garantia de que seria indenizado. Ele contou que sentiu uma vibração no carro e viu a parte da frente do veículo afundando. “Tentei engatar a marcha ré, mas o carro não se locomoveu. Foi tudo muito rápido, tive sorte da porta não travar, peguei a carteira e sai do carro”.

Posteriormente, o eletricista recebeu da Prefeitura Municipal R$ 12 mil para comprar outro carro. O Pálio engolido pela cratera foi avaliado na época em R$ 14 mil.

Jornal Midiamax