Cotidiano

Com reforço previsto para dezembro, quem se vacinou com Janssen em MS vive expectativa: 'essencial'

MS receberá mais de 267 mil doses da Janssen para reforço nos próximos dias

Mariane Chianezi Publicado em 26/11/2021, às 07h49

None
Divulgação

Mato Grosso do Sul deve receber mais de 267 mil doses da vacina Janssen para aplicação da dose de reforço nos próximos dias e garantir a vacinação de 256 mil moradores. Quem recebeu a dose da fabricante, que a princípio tinha esquema vacinal de dose única, aguarda início da aplicação do reforço do imunizante.

A fabricante Johnson & Johnson solicitou que as autoridades sanitárias dos países avaliassem a inclusão da dose de reforço na bula da vacina. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou a aplicação na quarta-feira (24). Somente em Campo Grande, foram mais de 45 mil moradores vacinados com a Janssen. 

Dentre os campo-grandenses vacinados, Paloma Ortega, de 24 anos, aguarda para ser vacinada com a outra dose do imunizante e pontua que se é recomendado o reforço, é essencial para garantir a imunidade contra o coronavírus.

"Acredito que o reforço só valida ainda mais os cuidados em relação à Covid. Ainda é necessário se cuidar, então a segunda dose só reforça isso. Na minha visão é essencial, assim como tomamos durante toda a vida doses de reforço para outras vacinas. Para o vírus da Covid-19 não poderia ser diferente", pontuou.

Como inicialmente a vacina era definida como dose única, alguns moradores chegaram a questionar se seria necessário participar da vacinação da dose reforço. Com a solicitação da Johnson & Johnson para a segunda dose e a aprovação da Anvisa, Nelson Henrique Batistote, 35 anos, diz que se há uma recomendação para o reforço, é necessário participar.

"Eu acredito e caminho junto com a ciência. Se a ciência afirma que se faz necessária mais uma dose para melhor imunização é porque de fato precisa. Minha expectativa é de que possamos o mais rápido possível tomar a dose de reforço e ajudar a erradicar essa pandemia", disse.

Mais de 267 mil doses para o reforço em MS

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, reiterou ao Secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, que vai atender à solicitação para o envio de 267.261 doses a MSdurante encontro que aconteceu na tarde desta quarta-feira (24), no Ministério da Saúde, em Brasília (DF).

O secretário estadual de saúde, Geraldo Resende, lembrou que 165,5 mil doses da Janssen foram utilizadas para a imunização dos 13 municípios que integraram o estudo da fronteira e que o excedente, cerca de 101,7 mil de doses, foi distribuído para os outros 66 municípios do Estado.

“Durante o encontro no Ministério da Saúde, com a presença da secretária extraordinária de enfrentamento à Covid-19 do Ministério da Saúde, Rosana Leite, e do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nos adiantaram que vão nos remeter essas doses e atender ao nosso pleito. Elas deverão chegar a partir dia 5 de dezembro”, pontua o secretário.

Resende ainda explicou que a Anvisa está fazendo o controle de qualidade referente ao último lote do imunizante que chegou ao Brasil e que fará o mesmo processo com as demais doses que ainda chegarão ao país. Por isso, ainda não foram encaminhadas as doses para os estados e municípios.

“Em Mato Grosso do Sul, nós decidimos, à época, aplicar a Janssen na população que era mais vulnerável, entendendo que seria mais fácil aplicarmos apenas a dose única na população ribeirinha e indígenas devido ao acesso a esses locais. Agora que o Ministério da Saúde autorizou a segunda dose deste imunizante, nós precisamos deste quantitativo. Mas nos garantiram que não precisamos ficar preocupados e que essas doses chegarão ao nosso Estado”, detalha Geraldo Resende.

O Ministério da Saúde enviou para Mato Grosso do Sul, em julho deste ano, 165.500 doses da vacina da Janssen, que atenderam ao estudo na região de fronteira nos municípios de Mundo Novo, Japorã, Sete Quedas, Paranhos, Coronel Sapucaia, Aral Moreira, Ponta Porã, Antônio João, Bela Vista, Caracol, Porto Murtinho, Corumbá e Ladário. O excedente com mais de 100 mil doses da Janssen também foi enviado para demais os 66 municípios do Estado.

 Além do secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a secretária-adjunta da SES, Crhistinne Maymone, também participou da reunião.

Jornal Midiamax