Cotidiano

Com mais 100 câmeras e novos drones, Campo Grande deve ampliar videomonitoramento

Para reforçar a segurança nas ruas, Campo Grande deve contar com uma ampliação no sistema de videomonitoramento. A Prefeitura de Campo Grande prevê a instalação de mais câmeras de segurança em todas as regiões da cidade. Mais 100 câmeras serão compradas em parceria com a bancada federal, por meio de emendas parlamentares. Para auxiliar nas […]

Mylena Rocha Publicado em 05/01/2021, às 10h24

Foto: Arquivo
Foto: Arquivo - Foto: Arquivo

Para reforçar a segurança nas ruas, Campo Grande deve contar com uma ampliação no sistema de videomonitoramento. A Prefeitura de Campo Grande prevê a instalação de mais câmeras de segurança em todas as regiões da cidade.

Mais 100 câmeras serão compradas em parceria com a bancada federal, por meio de emendas parlamentares. Para auxiliar nas ações de vigilância e monitoramento, a Prefeitura fará a aquisição de dois drones. 

As câmeras auxiliam no combate a pequenos delitos, na prevenção ao aliciamento de crianças e adolescentes para o tráfico e uso de drogas, proporcionam maior sensação de segurança e efetividade nas ações de segurança, além de garantir economia aos cofres públicos.

A Prefeitura ainda frisa que investiu no aumento da frota da segurança pública, de 57 em 2017, para 97 em 2020, a quantidade de viaturas. Com relação ao quantitativo de armamento letal, o salto foi de 275 em 2017, para 500 em 2020. Para 2021, serão adquiridas mais 30 novas viaturas com recursos do Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento) e emendas parlamentares. Além disso, a Prefeitura fará a compra de mais uniformes e armamento letal e não letal.

A Guarda também se reestruturou e hoje é efetiva em áreas mais sensíveis. Na Casa da Mulher Brasileira, 30 guardas atuam na proteção à mulher vítima de violência. A Patrulha Ambiental auxilia na proteção aos animais e o Grupo de Pronta Intervenção atua em operações especiais. Treinados pela Polícia Federal e Exército, eles reforçam a segurança em Campo Grande.

A reestruturação e atuação mais efetiva da Guarda já pode ser observada em números. Dados do relatório de 2019 da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública apontam uma redução de 66,7% em roubo seguido de morte; 58,3% em roubo em via pública e 36,9% no número de roubos a estabelecimentos comerciais em Campo Grande. Somente em 2020, a Guarda Civil Metropolitana realizou 95.882 rondas preventivas motorizadas nas sete regiões e nos distritos da capital.

(com informações da PMCG)

Jornal Midiamax