Cotidiano

Com capacidade para imunizar pelo menos mil pessoas por dia, polo de vacinação no Guanandizão é inaugurado

Capaz de vacinar pelo menos mil pessoas nesta tarde, o polo de vacinação contra o coronavírus no ginásio Guanandizão foi inaugurado nesta terça-feira (23) em Campo Grande. O local será um centro de imunização durante a semana ‘fecha tudo’ e faz parte do mutirão de vacinação, que nos demais dias, poderá imunizar de 2,5 mil […]

Mariane Chianezi Publicado em 23/03/2021, às 14h31 - Atualizado às 15h13

Foto: Leonardo de França, Midiamax
Foto: Leonardo de França, Midiamax - Foto: Leonardo de França, Midiamax

Capaz de vacinar pelo menos mil pessoas nesta tarde, o polo de vacinação contra o coronavírus no ginásio Guanandizãofoi inaugurado nesta terça-feira (23) em Campo Grande. O local será um centro de imunização durante a semana ‘fecha tudo’ e faz parte do mutirão de vacinação, que nos demais dias, poderá imunizar de 2,5 mil a 3 mil pessoas. Logo na abertura do polo, às 13h, os moradores da região logo trataram de ir se vacinarem.

Uma das primeiras na fila, Armonica Sanches, de 71 anos, disse que a vacinação reacende uma esperança na população após um ano enfrentando a pandemia. “É tudo de bom, foi tranquilo [a vacinação]. Parece que você se vê afastado do vírus. Dá uma esperança”, comentou.

O aposentado Valdemar José da Silva, de 71 anos, mora na região e aproveitou a abertura do centro de vacinação para garantir a primeira dose do imunizante. “Acho muito importante [a inauguração do polo] porque vai conscientizar bastante o pessoal da região. Vai ser bom para toda a vizinhança. Todo mundo está contente, com esperança. Até me sinto 10 anos mais novo tomando a vacina”, brincou o idoso.

Diolirio Caetano afirmou que foi tomar a primeira dose e está ansioso para receber a segunda vacina do imunizante. “É muito bom, ainda mais do jeito que essa doença está. Torço para que as coisas melhorem e cheguem mais vacinas”, pontuou.

O superintendente da Gestão de Cuidado da Sesau (Secretaria Municipal de Sáude), Marcos Rodrigues Marques, disse que o polo de vacinação no Guanandizão tem dois polos. Nesta terça-feira foi usado apenas o primeiro polo para avaliar a necessidade de abrir o segundo setor.

A equipe do primeiro setor é composta por 8 pessoas na vacinação, divididas em quatro meses, cada mesa é acompanhada por um técnico de enfermagem e um enfermeiro. Na triagem, 6 profissionais atuam no atendimento. Caso haja a necessidade de abrir o outro polo, a equipe será dobrada.

Excepcionalmente na inauguração, o atendimento começa às 13 horas. Nos demais dias, o centro irá funcionar de segunda a sábado, das 7h30 às 17h.

Jornal Midiamax