Cotidiano

Com aumento de casos e médicos afastados, Taquarussu amplia restrições para conter pandemia

Dos cinco óbitos registrados até agora, três foram nas últimas semanas

Adriel Mattos Publicado em 13/04/2021, às 18h21

None
Divulgação/Sanesul

A prefeitura de Taquarussu, município no sudoeste do Estado, ampliou as medidas restritivas para conter o avanço da pandemia de Covid-19. O decreto foi publicado na edição desta terça-feira (13) do Diário Oficial da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul).

Para reforçar as restrições, o prefeito Clóvis do Nascimento (PSDB) considerou o atual quadro epidemiológico, com aumento no número de casos, principalmente ativos, e de mortes. Além disso, dois médicos estão afastados após testarem positivo, o que sobrecarregou ainda mais o sistema de saúde.

A partir de hoje, o toque de recolher passa a vigorar a partir das 20h. Após esse horário, o comércio pode operar no sistema delivery. No resto do dia, os estabelecimentos devem limitar a entrada a apenas cinco a dez clientes.

O consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas está proibido. Reuniões e aglomerações em praças e demais espaços públicos ou de grande circulação também estão vedados.

Pelo texto, qualquer encontro com mais de cinco pessoas já configura aglomeração. As consultas eletivas serão suspensas até 21 de abril e o Hospital Municipal passará a atender apenas urgência e emergência a partir do dia 18.

Segundo a SES (Secretaria de Estado de Saúde), Taquarussu tem 155 casos, o que resulta em incidência de 5.379, e cinco mortes. De acordo com a prefeitura, três dos óbitos ocorreram nos últimos dias.

Jornal Midiamax