Cotidiano

Com alta procura de idosos, doses de vacina contra Covid-19 acabam e prefeitura muda cronograma

A Prefeitura de Dourados, a 223 quilômetros de Campo Grande, anunciou na tarde desta quarta-feira (3), que o estoque de doses do imunizante contra Covid-19 já acabou e o município deve esperar a chegada da próxima remessa. Com a alta adesão e procura de idosos na vacinação, a Secretaria Municipal de Saúde deve alterar o […]

Karina Campos Publicado em 03/02/2021, às 18h01

(Foto: Daniel Castellano/SMCS)
(Foto: Daniel Castellano/SMCS) - (Foto: Daniel Castellano/SMCS)

A Prefeitura de Dourados, a 223 quilômetros de Campo Grande, anunciou na tarde desta quarta-feira (3), que o estoque de doses do imunizante contra Covid-19 já acabou e o município deve esperar a chegada da próxima remessa. Com a alta adesão e procura de idosos na vacinação, a Secretaria Municipal de Saúde deve alterar o cronograma.

Em nota, a secretaria informou que a procura surpreendeu, principalmente pela busca dos idosos com mais de 99 anos na unidades de saúde da cidade, desde segunda-feira (1). O município havia divulgado o planejamento de atender os moradores acima de 80 anos, porém, a combinação de alta procura com o estoque reduzido fez esgotar rapidamente.

Segundo o secretário municipal da pasta, Frederico de Oliveira Weissinger, cerca de 720 pessoas foram vacinadas, o que corresponde a 20% dos 3.600 moradores do grupo prioritário.

“Quando fizemos o cronograma no início da semana, não imaginávamos que a procura seria tão alta. Isso é bom e ruim ao mesmo tempo. É bom porque as pessoas com mais idade tiveram acesso às doses como preconiza o Plano Nacional de Imunização. E é ruim porque as pessoas que ainda aguardavam o cronograma até sexta-feira não poderão se vacinar agora”, disse.

Ainda de acordo com o representante, com poucas doses, a estratégia adotada foi a de “pulverizar” os frascos em 33 unidades de saúde, justamente para melhorar o acesso das pessoas em todas as regiões da cidade e também evitar possíveis aglomerações.

A orientação é que os pacientes não procurem as unidades de saúde até o anúncio da chegada de mais doses. “Ainda não temos uma previsão oficial, mas temos a esperança de que uma nova remessa chegue no município no fim de semana”, finaliza.

Jornal Midiamax