Cotidiano

Cartórios serão alvos de fiscalização do Procon e Corregedoria de Justiça

Cartórios extrajudiciais serão alvos do Procon/MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) e da Corregedoria de Justiça de Mato Grosso do Sul, após parceria firmada nesta semana entre as entidades. Falhas e demora nos atendimentos são alguns dos problemas enfrentados pelos consumidores. Segundo o superintendente do Procon, Marcelo Salomão, que se encontrou com o...

Fábio Oruê Publicado em 04/03/2021, às 17h36 - Atualizado às 17h51

Foto: ilustrativa
Foto: ilustrativa - Foto: ilustrativa

Cartórios extrajudiciais serão alvos do Procon/MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) e da Corregedoria de Justiça de Mato Grosso do Sul, após parceria firmada nesta semana entre as entidades. Falhas e demora nos atendimentos são alguns dos problemas enfrentados pelos consumidores.

Segundo o superintendente do Procon, Marcelo Salomão, que se encontrou com o corregedor-geral da Justiça, desembargador Luiz Tadeu Barbosa da Silva, o tratamento dos cartorários aos usuários de seus serviços sem reconhecer os avanços deve ser levado em consideração.

Abusos como a falta de critério no atendimento de pessoas portadoras de necessidades especiais, a demora de atendimento com  cidadãos, que permanecem, muitas vezes, por mais de uma hora à espera, ausência de equipamentos que liberem senhas, além de deficiência nos sanitários para higiene pessoal, são denunciados por consumidores e as fiscalizações e punições intensificadas com a parceria com a corregedoria de Justiça.

Jornal Midiamax