Cotidiano

Campo Grande publica decreto que garante reajuste zero para o IPTU 2022

Texto está no Diogrande desta segunda-feira

Gabriel Maymone Publicado em 22/11/2021, às 07h57

IPTU 2022 não terá reajuste, conforme garante decreto
IPTU 2022 não terá reajuste, conforme garante decreto - Reprodução

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), publicou no Diogrande (Diário Oficial) desta segunda-feira (22) decreto que garante reajuste zero no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) para 2022.

Conforme o decreto, o congelamento afeta também a taxa de coleta de lixo. Dessa forma, para o cálculo do imposto para o ano que vem, o município irá se basear na situação dos imóveis perante o cadastro técnico imobiliário do município até 7 de outubro de 2021.

O anúncio do congelamento foi feito no dia 9 de novembro, dias após o município publicar decreto instituindo reajuste seguindo o IPCA, assim como todas as capitais do país, de 10,05%.

No entanto, o prefeito convocou uma coletiva para anunciar o congelamento do IPTU para 2022, justificando a crise econômica, a inflação e a estagnação dos salários dos servidores.

Conforme o prefeito, são cerca de R$ 40 milhões que seriam arrecadados com o reajuste. No entanto, como será feita a compensação ainda não foi informada pela prefeitura. “Ainda não sabemos se vai ser por meio de decreto ou internamento, isso ainda estamos analisando”, declarou Trad.

Jornal Midiamax