Cotidiano

Após revolta, motorista diz que jovem ajudou a socorrer idosa em ônibus de Campo Grande

De acordo com relato do motorista, mulher estaria mostrando a ele o Google Maps

Gabriel Maymone Publicado em 07/12/2021, às 10h18

Motorista esclareceu que mulher estaria apenas 'mostrando o Google Maps' a ele
Motorista esclareceu que mulher estaria apenas 'mostrando o Google Maps' a ele - Fala povo / Midiamax

Após revolta de passageiros por mulher estar supostamente conversando e 'mostrando fotos' a um motorista de ônibusde Campo Grande, o trabalhador se defendeu, alegando que a jovem estaria mostrando o Google Maps a ele para encontrar o local onde uma idosa pretendia descer.

O motorista, que preferiu não se identificar com medo de represálias, disse à reportagem do Jornal Midiamax que os fatos não coincidem com a denúncia de que a jovem estaria conversando e mostrando fotos a ele. "A moça não passou a catraca, pois estava com pressão baixa. No decorrer da viagem, entrou uma senhora idosa, dizendo que queria descer em frente a uma mercearia. Eu faço a linha todos os dias, mas não lembrava dessa mercearia. Então, a moça conversou com a senhora e olhou para mim no Google Maps para me mostrar onde era o local. Ainda parei fora do ponto para a idosa descer onde precisava", relatou o trabalhador.

Em cima do painel de cada ônibus, há avisos para os passageiros não conversarem com o motorista e não sentarem no motor. Apesar disso, a mulher sentou no local proibido. "A população não atende e não sou eu que vou regulamentar a forma da pessoa se comportar. Ela vai me tratar mal. Se eu ficar corrigindo cada atitude das pessoas ali, daqui a pouco vou ter um monte de desafeto e vou ser conhecido por ser um motorista chato, ranzinza", justificou sobre não tê-la advertido sobre as proibições, além do fato de querer ajudar a passageira idosa.

Denúncia

O caso aconteceu na última sexta-feira (3), na linha 1337, no bairro Moreninhas. Passageiro que estava no ônibus reclamou alegando que a moça entrou no espaço do motorista e se sentou na parte do motor, onde ficaram conversando e ela mostrava conteúdos no celular para ele, enquanto dirigia. “[A mulher] estava quase sentada no colo dele e ele dirigindo. Um perigo, poderia causar um acidente”, disse.

O Consórcio Guaicurus informou que estava ciente do caso e que a situação será apurada. “Se constatada a irregularidade, que iremos analisar também com as imagens das câmeras internas, o motorista deverá sofrer sanção”, disse.

Jornal Midiamax