Cotidiano

Academias podem funcionar em Campo Grande? Confira como ficam atividades físicas com novo decreto

Com risco extremo de coronavírus, Campo Grande teve medidas restritivas decretadas pelo Estado

Dândara Genelhú Publicado em 10/06/2021, às 16h38

Academias devem seguir normas de biossegurança.
Academias devem seguir normas de biossegurança. - Foto: Reprodução.

A partir desta sexta-feira (11), Campo Grande passa a ter novas medidas restritivas contra a Covid-19. Atividades essenciais continuam liberadas na Capital, então academias e centros de atividades físicas podem funcionar.

Com leitos superlotados e aumento de casos da Covid-19, o Estado decretou que as cidades devem liberar os serviços de acordo com o risco da doença. A restrição e liberação apenas para serviços essenciais foi feita para Capital e outras cidades com bandeira cinza e risco extremo de coronavírus.

De acordo com a Lei nº 5.653/2021, a prática da atividade física e o exercício físico são considerados como essenciais em MS. Então, segundo a definição publicada em DOE (Diário Oficial do Estado) nesta quinta-feira (10), esses serviços podem funcionar “desde que observados os protocolos de biossegurança do setor”.

Assim, as academias podem funcionar seguindo as normas de biossegurança que já deveriam seguir anteriormente. Distanciamento, quantidade limitada de pessoas e ventilação no local. Além disso, atividades físicas ao ar livre são permitidas em Campo Grande.

As medidas decretadas pelo Estado são válidas até 24 de junho. Na data, uma nota atualização do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia) será divulgada e as classificações dos municípios podem mudar.

Confira a lista completa do que pode funcionar em Campo Grande nos próximos 14 dias clicando aqui.

Jornal Midiamax