Cotidiano

Temporal com ventos de 56 km/h derruba árvores e deixa bairros sem energia em Dourados

Um rápido temporal em Dourados, distante 234 km de Campo Grande, na tarde deste domingo (8), deixou um rastro de destruição na cidade além de bairros sem energia há mais de uma hora. Além das árvores de grande porte, que caíram em cima de casas e carros, postes também cederam a força dos ventos. Conforme […]

Fábio Oruê Publicado em 08/11/2020, às 18h44

Temporal derrubou árvores em Dourados. (Foto: Marcos Morandi, Jornal Midiamax)
Temporal derrubou árvores em Dourados. (Foto: Marcos Morandi, Jornal Midiamax) - Temporal derrubou árvores em Dourados. (Foto: Marcos Morandi, Jornal Midiamax)

Um rápido temporal em Dourados, distante 234 km de Campo Grande, na tarde deste domingo (8), deixou um rastro de destruição na cidade além de bairros sem energia há mais de uma hora. Além das árvores de grande porte, que caíram em cima de casas e carros, postes também cederam a força dos ventos.

Conforme informações do meteorologista Natálio Abrahão, o vento chegou a atingir 56,16 km/h, com 8,2 milímetros de precipitação. A Avenida Marcelino Pires, principal do município, está interditada por conta dos estragos causados pelo temporal. Muros de escolas e comércios na área central da cidade foram atingidos pelas árvores.

Além da avenida principal, outras ruas do Centro da cidade estão interditadas por causa das árvores e postes que caíram.

A chuva começou por volta de 15h40 e há bairros sem energia até o momento. A temperatura, que estava em 38,8ºC, com sensação térmica de 44ºC, caiu para 27,9ºC após o temporal. Já a umidade relativa do ar estava em 21% e subiu para 60%.

Segundo o secretário de Serviços Urbanos, Fabiano Costa, a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros estão trabalhando no rescaldo da chuva. “A gente já está trabalhando com mais de 20 árvores que já estão impedindo o trânsito ou caíram em cima de veículos. Agora sem saber as que caíram em cima de casas e comércios”, disse ele ao Jornal Midiamax.

De acordo com Costa, ainda não há uma estimativa para que o serviço seja terminado visto que o Corpo de Bombeiros ainda trabalhava com os estragos da última chuva, que deixou 36 bairros sem luz e fez a prefeitura decretar estado de emergência.

Confira os estragos deixados pelo temporal:

Vídeo de uma árvore de grande porte que caiu na avenida principal:

Jornal Midiamax