Cotidiano

Sem medicamentos e com atraso de salários, Santa Casa restringe atendimentos

A Santa Casa de Campo Grande divulgou que a partir desta quarta-feira (10) suspenderá alguns atendimentos do hospital e atenderá apenas casos de emergência médica e primeiros atendimentos de urgência. A decisão da direção aconteceu devido a falta de medicamentos, insumos e atrasos de funcionários terceirizados, médicos e fornecedores. Em nota, a assessoria de comunicação […]

Karina Campos Publicado em 10/06/2020, às 14h35 - Atualizado às 14h46

(Foto: Arquivo/Midiamax)
(Foto: Arquivo/Midiamax) - (Foto: Arquivo/Midiamax)

A Santa Casa de Campo Grande divulgou que a partir desta quarta-feira (10) suspenderá alguns atendimentos do hospital e atenderá apenas casos de emergência médica e primeiros atendimentos de urgência.

A decisão da direção aconteceu devido a falta de medicamentos, insumos e atrasos de funcionários terceirizados, médicos e fornecedores. Em nota, a assessoria de comunicação informou que os atendimentos considerados leves e sem urgência serão restritos a partir meia noite. “Esperamos em breve retomar a normalidade dos atendimentos.

Desde o início da pandemia de coronavírus, o hospital passou a ter repasses atrasados pelo poder público, consequentemente, atrasando o pagamento de servidores, médicos residentes e jovens aprendizes. A unidade também estava servindo de apoio para outros hospitais que atuam no tratamento de Covid-19, e recebiam demais atendimentos, como de cirurgias ortopédicas, porém, recentemente, informou que estava sofrendo com a superlotação.

Jornal Midiamax