Cotidiano

Bombeiros encerram buscas sem achar criança e retomam trabalho no domingo

Após 11 horas de buscas no córrego do Jardim Ouro Preto, que desagua no Rio Anhanduí, em Campo Grande, o Corpo de Bombeiros encerrou, neste sábado (5), o segundo dia de procura da criança de oito anos desaparecida na região. Conforme o tenente-coronel Fernando Carminati, sem sucesso em resgate, os trabalhos devem retomar no primeiro […]

Karina Campos Publicado em 05/12/2020, às 17h56 - Atualizado em 06/12/2020, às 07h13

Buscas continuam no local. (Foto: Marcos Ermínio)
Buscas continuam no local. (Foto: Marcos Ermínio) - Buscas continuam no local. (Foto: Marcos Ermínio)

Após 11 horas de buscas no córrego do Jardim Ouro Preto, que desagua no Rio Anhanduí, em Campo Grande, o Corpo de Bombeiros encerrou, neste sábado (5), o segundo dia de procura da criança de oito anos desaparecida na região.

Conforme o tenente-coronel Fernando Carminati, sem sucesso em resgate, os trabalhos devem retomar no primeiro horário de domingo (6), ao amanhecer com a luz solar. “Não há como precisar o local exato em que as buscas vão começar, pois a equipe irá traçar novas estratégias para as buscas e tentar encontrar a criança o mais rápido possível”, disse.

As equipes realizam as buscas com caiaques no córrego desde às 6h da manhã de hoje. Desesperados com a espera, a própria família realizava a procura às margens do local, com auxílio de cordas.

O desaparecimento já completa 24 horas. De acordo com a equipe, a procura está sendo feita com dificuldades, já que a chuva não cessou durante a manhã e o nível da água continua alto, além de deixar a água turva.

A criança desapareceu na tarde de ontem, enquanto visitava a casa, na região do Parque Lageado. Junto com o familiar e os irmãos, de 12,13 e 15 anos, desceram no córrego para pescar, quando o nível da água subiu rapidamente, fenômeno conhecido como ‘cabeça d’água’.

Os meninos de 12 e 13 anos conseguiram sair do córrego, mas o adolescente e o menino pediram socorro. O tio chegou a pular na água para ajudar, e foi levado pela correnteza. Por alguns minutos ele e o sobrinho de 15 anos chegaram a ficar desaparecidos, mas encontrados.

Jornal Midiamax