Cotidiano

SED reforça que não tem data para volta das aulas presenciais em MS

Prestes a deixar o ensino básico e ingressar no ensino superior, os estudantes do terceiro ano do ensino médio serão a prioridade de retorno presencial para as escolas da SED (Secretaria Estadual de Educação). No entanto, ainda não há previsão de quando estudantes voltarão às aulas de aula. Conforme Hélio Queiroz, representante da SED em […]

Mariane Chianezi Publicado em 25/09/2020, às 14h53 - Atualizado às 15h00

(Foto: Divulgação/Governo de MS)
(Foto: Divulgação/Governo de MS) - (Foto: Divulgação/Governo de MS)

Prestes a deixar o ensino básico e ingressar no ensino superior, os estudantes do terceiro ano do ensino médio serão a prioridade de retorno presencial para as escolas da SED (Secretaria Estadual de Educação). No entanto, ainda não há previsão de quando estudantes voltarão às aulas de aula.

Conforme Hélio Queiroz, representante da SED em audiência pública da Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul, que acontece na tarde desta sexta-feira (25), disse que a secretaria pensa em retorno desde que as aulas nas escolas foram suspensas, em 23 de março de 2020.

“Desde que suspendeu as aulas, a secretaria tem se preparado para o retorno das aulas. Em junho, por exemplo, tivemos a primeira minuta e a primeira compra de materiais para a possível volta. Deve haver uma cautela, pois há riscos em um retorno mal planejado”, pontou em audiência.

Hélio também pontuou que, somente em Campo Grande, a SED tem 70 mil alunos, além dos diretores, professores, coordenadores e demais funcionários. A secretaria esclarece que o retorno dos alunos, mesmo que gradual, poderá impactar não só dentro das escolas, como fora.

“No transporte público, por exemplo. Será muitos alunos e funcionários usando os ônibus e isso pode colocar o vírus em maior circulação. O retorno das aulas presenciais impacta a sociedade como um todo”, disse.

Vale lembrar que o decreto de suspensão de aulas presenciais fica em vigor até o dia 8 de outubro, quando uma nova determinação deve ser publicada e reunião de comitê nesta quinta-feira (24) pede que aulas presenciais voltem ainda em 2020.

A audiência pública acontece no canal da Escola Superior da Defensoria Pública de MS no YouTube. Para acompanhar, basta acessar o link.

Jornal Midiamax