Cotidiano

Morre 23ª vítima do novo coronavírus em Mato Grosso do Sul

Vítima tinha 66 anos, histórico de hipertensão e manteve contato com outro paciente infectado

Humberto Marques Publicado em 09/06/2020, às 17h08 - Atualizado em 10/06/2020, às 13h25

Barreira sanitária em Itaporã; cidade confirmou nesta terça-feira o segundo óbito por coronavírus. (Foto: Divulgação)
Barreira sanitária em Itaporã; cidade confirmou nesta terça-feira o segundo óbito por coronavírus. (Foto: Divulgação) - Barreira sanitária em Itaporã; cidade confirmou nesta terça-feira o segundo óbito por coronavírus. (Foto: Divulgação)

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) confirmou na tarde desta terça-feira (9) a segunda morte por coronavírus em Itaporã –a 240 km de Campo Grande– e a 23ª do Estado em virtude da doença. A vítima era uma mulher de 66 anos, que tinha vínculo com um caso confirmado.

Conforme relatado pela secretaria, a paciente começou a manifestar sintomas em 25 de maio, relatando febre, cansaço, tosse seca, mialgia, cefaleia e dispneia. Diagnóstico por teste de biologia molecular (RT-PCR, laboratorial) confirmou a infecção quatro dias depois.

Além do contato com uma pessoa infectada pelo coronavírus, a vítima tinha histórico de hipertensão arterial sistêmica.

Agora, Mato Grosso do Sul registra 23 mortes pela Covid-19: 8 em Campo Grande, 5 em Três Lagoas, 2 em Batayporã, 1 em Paranaíba, 1 em Vicentina (ocorrido no Estado de São Paulo), 2 em Dourados (1 paciente que morreu em Tocantins), 2 em Brasilândia e 2 em Itaporã.

Maria Santana Aguiar, de 63 anos, foi a primeira vítima fatal da doença em Itaporã. O óbito foi confirmado no domingo (7) e levou ao endurecimento das medidas de enfrentamento à doença no município, com o retorno de barreiras sanitárias nas estradas.

Ela tinha hipertensão e diabetes e também teve contato com parentes que contraíram a doença.

Nesta terça-feira, Mato Grosso do Sul completou 2.455 casos confirmados de coronavírus, segundo boletim epidemiológico divulgado pela manhã.

Jornal Midiamax