Cotidiano

Moradores estão sem energia elétrica há 17 horas em bairros de Campo Grande

Depois da chuva que atingiu a cidade de Campo Grande na tarde de quinta-feira (3), moradores de diversos bairros continuam sem energia. Os moradores relatam que estão sem luz há cerca de 17 horas. Com a falta de energia, moradores perdem alimentos na geladeira e temem estragos nos eletrodomésticos.  Moradores relataram falta de energia nos […]

Mylena Rocha Publicado em 04/12/2020, às 08h22 - Atualizado às 09h02

Moradores relatam perda de alimentos na geladeira. (Foto: Fala Povo/WhatsApp Midiamax)
Moradores relatam perda de alimentos na geladeira. (Foto: Fala Povo/WhatsApp Midiamax) - Moradores relatam perda de alimentos na geladeira. (Foto: Fala Povo/WhatsApp Midiamax)

Depois da chuva que atingiu a cidade de Campo Grande na tarde de quinta-feira (3), moradores de diversos bairros continuam sem energia. Os moradores relatam que estão sem luz há cerca de 17 horas. Com a falta de energia, moradores perdem alimentos na geladeira e temem estragos nos eletrodomésticos. 

Moradores relataram falta de energia nos bairros Jockey Club, Ana Maria do Couto, Jardim Seminário e Vila Manoel Taveira. No bairro Ana Maria do Couto, uma moradora que preferiu não se identificar, conta que está sem luz em casa desde as 15 horas de quinta (3), totalizando 17 horas sem energia elétrica. “O que acontece com essa Energisa?”, questiona. 

Moradores estão sem energia elétrica há 17 horas em bairros de Campo Grande
(Via WhatsApp)

O empresário Vander Menezes de Oliveira, de 38 anos, também reclama da demora da concessionária em restabelecer o serviço. Ele conta que já começa a ter prejuízos em casa. “Aquário com peixes morrendo e geladeira com alimentos perdidos. Aqui já são 13 horas sem energia”, afirma. 

Morador do bairro Vila Manoel Taveira, o militar aposentado Celso Carvalho, de 52 anos, explica que está sem energia desde a tarde de quinta-feira (3). “Cada vez que se liga para a Energisa, é dado um prazo novo e o problema não é resolvido”, reclama. 

Carvalho conta que ainda não sabe se teve prejuízo, mas diz teme que isso aconteça devido à oscilação de energia. “A luz ficou piscando. Só vou saber quando a energia voltar”, relata.

Outro relato é da doméstica Mari Costa, moradora do Jardim Seminário, que também está sem energia desde a tarde de quinta (3). “Trabalhei das 7 horas da manhã até as 10 horas da noite, cheguei não pude nem tomar banho, nem esquentar uma comida para comer. Queremos que a Energisa resolva o problema com urgência. Falta de respeito com a população. Minha conta vem todos os meses para pagar”, desabafa.

A reportagem entrou em contato com a Energisa e aguarda posicionamento.

Fala Povo – o WhatsApp do Jornal Midiamax

As imagens foram enviadas ao Fala Povo, o WhatsApp do Jornal Midiamax, no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax