Isolamento social segue baixo em Campo Grande e atinge apenas 12,9% no Portal Caiobá

Campo Grande novamente foi a 3ª capital do país com pior isolamento social; todos os bairros tiveram índices inferiores a 50%.
| 25/06/2020
- 17:54
Isolamento social segue baixo em Campo Grande e atinge apenas 12,9% no Portal Caiobá
Rua da região do Portal Caiobá, bairro com o pior isolamento social da Capital na quarta-feira. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo) - Rua da região do Portal Caiobá, bairro com o pior isolamento social da Capital na quarta-fei

Campo Grande voltou a figurar como a terceira capital brasileira de pior isolamento social na quarta-feira (24), conforme dados computados pela consultoria In Loco. A posição, atingida também por Mato Grosso do Sul no ranking dos Estados, apenas confirma a falta de adesão da população à medida de enfrentamento ao novo coronavírus, justamente quando o Estado vive um aumento considerável no volume de infectados.

A taxa de Campo Grande foi de 35,7%, abaixo das médias estadual (36,5%) e nacional (39%), segundo apontado pela consultoria In Loco a partir do monitoramento do sinal de telefones celulares. Contudo, na comparação entre os bairros da Capital, o índice foi ainda pior.

Conforme divulgado pela administração estadual, o isolamento social chegou a apenas 12,9% no Portal Caiobá. As cravaram 18,9%. Jardim Colúmbia (21,7%), José Abrão (22,8%) e Jardim Anache (23,1%) completam a lista dos cinco piores bairros em isolamento social na cidade.

Em comum, as regiões compartilham o fato de serem periféricas, estando entre os bairros que estão no limite da mancha urbana da cidade.

A lista de bairros com melhor isolamento, por sua vez, mostra que nenhuma região da cidade atingiu os 60% considerados o mínimo por autoridades de Saúde para conter o avanço da Covid-19. Carandá Bosque e Jardim Seminário marcaram 50% cada.

Vila Carlota (48.9%), Jardim Presidente (48,8%) e Vila Piratininga (47,9%) completam a lista das cinco melhores marcas da cidade.

MS também é o 3º pior entre os Estados; Rio Verde teve isolamento social de 28,6%

Entre os Estados, Mato Grosso do Sul marcou 36,45%, próximo à marca registrada na terça-feira (23), contudo, graças a percentuais melhores de outros Estados, voltou à terceira posição nacional – novamente atrás de (34,13%) e Goiás (35,29%).

Com 46,74%, Pernambuco foi o melhor Estado do país na técnica de controle do coronavírus –ao incentivar as pessoas a não saírem de casa, evita-se que elas contraiam ou transmitam o germe.

Dos municípios sul-mato-grossenses, também não houve nenhum que atingisse a marca de 60%. Os melhores foram Taquarussu (59,3%), Japorã (55,6%), Tacuru (53,8%), Aral Moreira (52,2%) e Novo Horizonte do Sul (51,6%).

Os piores índices, por sua vez, vieram de Rio Verde de Mato Grosso (28,6%), Caarapó (31,4%), Anastácio (31,5%), Ivinhema (31,6%) e Nioaque (31,8%). Campo Grande teve a 27ª pior marca entre os municípios do Estado; ao passo que Dourados, recordista em casos e óbitos por Covid-19, foi apenas o 36º melhor, com taxa de isolamento social de 39,5%.

Veja também

A taxa de desemprego no Brasil chegou a 9,4% em abril deste ano, o menor...

Últimas notícias