Cotidiano

Inverno rigoroso em MS: geadas e sensação térmica negativa são ‘aviso’ do frio que vem por aí

Sul-mato-grossenses devem se acostumar com o frio. Segundo especialista, as geadas são uma ‘amostra’ do frio que está por vir no inverno de MS. 

Mylena Rocha Publicado em 27/05/2020, às 10h28 - Atualizado em 19/07/2020, às 12h45

De aquivo | Marcos Ermínio/Midiamax.
De aquivo | Marcos Ermínio/Midiamax. - De aquivo | Marcos Ermínio/Midiamax.

O frio finalmente chegou em Mato Grosso do Sul e muita gente já está rezando para que vá embora. Com geadas há quatro dias seguidos, as baixas temperaturas têm castigado principalmente durante a madrugada, mas os sul-mato-grossenses devem separar os casacos e se acostumar com o frio porque ele veio para ficar. Segundo especialista, as geadas são uma ‘amostra’ do frio que está por vir no inverno de MS. 

Algumas pessoas podem até ter estranhado o frio intenso dos últimos dias, mas as geadas são comuns no outono e já estavam previstas. No prognóstico divulgado em março pelo Cemtec (Centro de Monitoramento do Clima e Tempo), a previsão já apontava a ocorrência das geadas durante o outono. 

No mês de maio, as massas de ar frio começaram a atuar com maior intensidade em MS, quando as temperaturas começaram a cair. “Entre o final de maio e decorrer de junho, as condições de ocorrência de geadas aumentam na parte sul do Mato Grosso do Sul”, previa o prognóstico. 

A coordenadora do Cemtec, Franciane Rodrigues, afirma que o que é possível prever para o inverno é que deve ser mais rigoroso do que o do ano passado. “Preliminarmente, [é possível prever] que o inverno 2020 seja mais rigoroso que o ano passado que quase não tivemos frio intenso. Mês de maio já foi uma boa amostra do que está por vir. Já no inicio de junho teremos massa de ar frio forte novamente”, explica. 

Segundo o Centro de Monitoramento, as chuvas voltam a MS entre os dias 3 e 6 de junho. Há possibilidade de chuvas intensas, ventos fortes, raios e até queda de granizo. O Cemtec chama a atenção para possíveis pontos alagamentos, enxurradas temporárias e transtornos à população que possam eventualmente ocorrer nos municípios. Ar frio de forte intensidade é esperada neste período.

Jornal Midiamax