Dados divulgados pelo Comitê de Gerenciamento de Crise do Coravírus em Dourados mostram que a cidade, maior do interior de Mato Grosso do Sul, já registra 51 óbitos. Um deles é o clínico geral e pediatra Feliciano Esteban Corrales Lopes, que   morreu na noite deste domingo (19) no Hospital Santa Rita.

A outra vítima é um homem  de 70 anos, também residente em Dourados, que estava na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital da Vida. Segundo o Comitê ele teve os sintomas iniciados no dia 11 de julho e acabaram se agravando, em virtude de  alguns problemas de saúde já existentes.

Ainda com problemas no sistema, o Comitê informou que  continua fazendo muitas coletas, mas que foram registrados apenas mais dois novos casos, totalizando 3.729 testagens positivas de coronavírus na cidade. Desse total, 2.886 pessoas já foram recuperadas.

O Comitê também informou que 1.370 pessoas ainda estão em isolamento domiciliar. Há ainda, 48 internações, sendo 22 em leito de enfermaria e 26 em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva). A maioria dos casos está concentrada na rede pública.