Cotidiano

Carnaval de rua: cidades de MS cancelam festas por falta de recurso

Um dos festejos mais esperados de todos os anos, o Carnaval, já é nesta semana. Em levantamento feito pelo Jornal Midiamax nas maiores cidades do Estado ou naquelas onde a festa é tradicional, três prefeitos optaram por não fazer a festa, devido a falta de recurso. Entretanto, os administradores que farão Carnaval garantem recursos próprios e […]

Ana Palma Publicado em 19/02/2020, às 16h06 - Atualizado em 15/07/2020, às 13h04

None
carnaval-rua.jpg

Um dos festejos mais esperados de todos os anos, o Carnaval, já é nesta semana. Em levantamento feito pelo Jornal Midiamax nas maiores cidades do Estado ou naquelas onde a festa é tradicional, três prefeitos optaram por não fazer a festa, devido a falta de recurso. Entretanto, os administradores que farão Carnaval garantem recursos próprios e outros até com auxílio do Governo de MS e justificam que o carnaval trará movimentação na economia.

A reportagem está com base nos municípios que atenderam a demanda por telefone ou e-mail, mas muitas prefeituras não deram nenhum tipo de retorno.

Farão carnaval:

Campo Grande

O Morena Folia proporcionará um mix de shows com a volta do carnaval da Avenida Fernando Corrêa da Costa, entre a 14 de julho e a Calógeras. A expectativa é de reunir 20 mil pessoas só na avenida, a folia contará com nomes nacionais e regionais, além de mais de 40 atrações por toda a cidade. As festas serão entre os dias 22 e 25 de fevereiro, das 21 às 3 da madrugada.

Até o momento, mais de 40 atividades diárias, espalhadas em clubes, shoppings e ruas foram mapeadas e estarão em constante atualização por meio do site http://carnaval.campogrande.ms.gov.br/. No endereço eletrônico, é possível encontrar o mapa da folia e também atividades opostas ao batuque frenético, como o carnaval holístico, as atividades de trilha ou walking tour pelo centro revitalizado.

Corumbá

A folia já começou em Corumbá com as Rodas de Samba e os Esquentas aos sábados e domingos no Porto Geral. No dia 21 e 25 de fevereiro terá duas atrações nacionais se apresentando no palco principal. Os artistas estão em fase final de definição.

Em todas as noites as atrações locais também terão espaço na passarela pantaneira do samba, assim como as tradicionais barracas e os ambulantes com comidas e bebidas. O tradicional Desfile de Fantasias do Corumbaense será no dia 20. A programação completa pode ser consultada no site da Prefeitura da cidade.

Três Lagoas

Sem deixar de realizar a tradicional festa, a prefeitura de Três Lagoas fará três dias de ações. Neste ano não será realizado o Desfile de Carnaval, mas terá baile no sábado (22) das 21h às 03h, no domingo (23) acontecerá uma matinê das 15h às 18h e o baile das 21h às 03h e o último dia de festa será na segunda feira (24), das 21h às 03h.

A prefeitura afirma que além dos benefícios turísticos da festa, o carnaval vem contribuir para as instituições filantrópicas do município, pois têm a oportunidade de explorar a venda de produtos durante os dias de festa na praça de alimentação montada no local do evento. Foram investidos R$ 113 mil na contratação das duas bandas para os três dias de festa. Porém, há itens da estrutura que ainda estão em processo de licitação e por isso ainda não há um valor a ser pago.

Paranaíba

A edição de 2020 do Carnaíba, tradicional carnaval de rua de Paranaíba, terá a conscientização ambiental como tema, inclusive, o slogan da festa é “Folia Ecológica”. O evento acontece entre os dias 21 e 25 de fevereiro. Serão montados pontos de coletas de recicláveis no local, que posteriormente, serão repassados para as entidades responsáveis. O Carnaíba 2020 terá como atração a dupla Erick e Léo, banda Djavu e Seu Moço, além do DJ Sherk.

A premiação para os blocos da edição de 2020 do Carnaíba será de R$ 4,5 mil, sendo R$ 2 mil para o campeão, R$ 1,5 para o segundo colocado e R$ 1 mil para o terceiro. Os interessados devem procurar a Secretaria de Cultura no Paço Municipal, que fica na avenida Juca Pinhé, 333.

Porto Murtinho

O prefeito de Porto Murtinho, Derlei Delevatti refutou sobre as alegações do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) para que fosse cancelada a festa de carnaval na cidade. Para o chefe do paço municipal, haverá o evento “Orla Folia – O Carnaval do Pantanal 2020” que já estava previamente marcado.

Terá programação de sexta-feira (21) a terça-feira (25) com duas matinês, no domingo e terça-feira, das 15 às 19 horas. A abertura oficial está prevista para às 22 horas da sexta-feira e na sequencia acontece o concurso de Rei Momo e Rainha do Carnaval. A partir das 23 horas o DJ Douglas e o Show com Axe Mixx garantem a animação dos foliões. No sábado e na terça-feira a programação musical começa às 21 horas, já no domingo e segunda-feira, o início será as 22 horas, com participação dos artistas já anunciados e da banda Doce Swing, Dj Larissa Marca e Ana Karla.

A prefeitura está investindo R$ 89.832,92 para a realização o evento “Orla Folia – O Carnaval do Pantanal 2020”.

Aquidauana

Em Aquidauana a festa acontecerá no distrito de Piraputanga nos dias 22, 23 e 24 de fevereiro. No dia 21 haverá um esquenta, mas as festas oficiais acontecem a partir do dia 22. No dia 25, as 20h, será realizado na avenida Pantaneta, o desfile e concurso das escolas de samba. “A prefeitura entrará com um investimento de R$ 15 mil, o restante faz parte da verba destinada pelo Governo de Mato Grosso do Sul e para o município será uma ótima oportunidade de crescimento”, destacou Humberto Torres, diretor da Fundação de Cultura e Turismo de Aquidauana.

“Nossa cidade é um ponto turístico e o carnaval trás muita receita e valorização. Para se ter uma ideia, hoje, nossos meios de hospedagem já estão com lotação máxima, isso fomenta nosso comércio de uma forma geral”, conclui.

Ivinhema

O prefeito de Ivinhema, Éder Lima, em entrevista concedida ao jornal Ivinotícias, destacou que neste ano o carnaval 2020 está confirmado e terá entrada gratuita. A festa está sob responsabilidade de uma empresa terceirizada que venceu licitação e a prefeitura destacou que gastará em torno de uns R$ 15 mil para manter a infraestrutura, segurança e saúde no período de festa. “O carnaval trás movimento para a cidade seja na culinária, na rede hoteleira, no comércio em geral que estarão sendo fomentado. esse ano também teremos uma receita maior de lucro”, disse Éder.

“Em 2013 e 2014 o carnaval de rua de Ivinhema custou R$ 150 mil. Em 2015 e 2016 não teve carnaval porque na época não foi prioridade. Esse ano, com o apoio do governo de MS, vamos conseguir realizar a festa, essa verba é exclusiva para as festividades, não tem como destinar para outro setor”, complementa o prefeito.

Nem todos os municípios informaram a verba destinada para realizar as festanças.

Municípios que não farão carnaval

Bodoquena

Esse ano não vai ter carnaval em Bodoquena. Em contato com o prefeito do município, Kazuto Horii, ele informou que por conta da situação econômica que se encontra a cidade, a prefeitura decidiu suspender os festejos. “Não achamos certo fazer uma festa e não atender saúde e educação. Primeira vez que não vamos realizar o carnaval por aqui”, explicou.

Rio Verde

A Prefeitura de Rio Verde de Mato Grosso divulgou um comunicado para a população informando o cancelamento do Carnaval no município. Em nota o prefeito Mário Alberto Kruger informou que nesse ano a prefeitura não realizará o tradicional evento, para atender outras demandas do município. “A Prefeitura conta com a compreensão da população, já que esta medida está sendo tomada para não comprometer, serviços essenciais do município”.

Apesar do cancelamento, a gestão municipal através da Assessoria de Cultura, confirmou que apoiará os demais eventos promovidos na cidade, como por exemplo, nos balneários, que com certeza estarão acolhendo os turistas que vão para Rio Verde.

Chapadão do Sul

Assim como em anos anteriores, em 2020 também não haverá carnaval de rua em chapadão do Sul. O prefeito João Carlos Krug informou que continuam priorizando investir em outras áreas como saúde, educação e infraestrutura para a cidade. “Não temos verba para carnaval e também não vamos dá para tirar verba de um setor e jogar em outro. Por parte da prefeitura não terá programação, mas a população que quiser fazer sua festa não haverá impedimento”, disse à reportagem.

Jornal Midiamax