Cotidiano

Com blitz do coronavírus na Central de Atendimento, Prefeitura estuda implantar medida também no Paço Municipal

A CAC (Central de Atendimento ao Cidadão) da Prefeitura de Campo Grande, que desde a terça-feira (2) também conta com barreira sanitária – as blitze do coronavírus – para triagem de pessoas com sintomas de Covid-19, não identificou casos suspeitos. De acordo com o titular da Seges (Secretaria Municipal de Gestão), Agenor Mattiello, a medida […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 03/06/2020, às 09h57 - Atualizado às 09h57

Central de Atendimento ao Cidadão (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax, Arquivo).
Central de Atendimento ao Cidadão (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax, Arquivo). - Central de Atendimento ao Cidadão (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax, Arquivo).

A CAC (Central de Atendimento ao Cidadão) da Prefeitura de Campo Grande, que desde a terça-feira (2) também conta com barreira sanitária – as blitze do coronavírus – para triagem de pessoas com sintomas de Covid-19, não identificou casos suspeitos.

De acordo com o titular da Seges (Secretaria Municipal de Gestão), Agenor Mattiello, a medida inclui aferição de temperatura de contribuintes que procuram serviços da CAC. Caso alguém apresente temperatura acima de 37ºC, ela é orientada a assinar termo no qual se responsabiliza a procurar atendimento médico em até 48 horas.

Matiello também destacou que a Prefeitura avalia avaliando comprar equipamentos necessários pra também adotar a medida no Paço Municipal, onde além de secretarias e banco está o anexo da Central do IPTU.

A medida foi adotada porque parte dos servidores, que antes estavam trabalhando de casa, voltaram às atividades presenciais, em maio – somente aqueles que se enquadram no grupo de risco continuam em casa.

Diariamente, a média de atendimentos na CAC, que fica na Rua Cândido Mariano com Arthur Jorge, é de 1,5 mil pessoas por dia.

Blitze nos terminais

No segundo dia de testes rápidos para a Covid-19 realizados nos terminais de Campo Grande, 16 pessoas foram submetidas à checagem, sendo que nenhuma testou positivo para a doença. A ação foi realizada na manhã da última terça-feira (02) nos terminais General Osório, Nova Bahia e Hércules Maymone e segue até sexta-feira (6). Mais de 10,5 mil passageiros passaram pelos locais entre 5h e 9h.

No General Osório, nove pessoas apresentaram temperatura acima de 37,8ºC e realizaram a checagem rápida. No Nova Bahia foram 5 pessoas e apenas 2 no Hércules Maymone. O resultado do teste sai de 15 a 20 minutos. O passageiro preenche um formulário relatando se tem mais algum outro sintoma como dor de cabeça, tosse, coriza e informa se teve contato com algum caso positivo.

Jornal Midiamax