Cotidiano

Com 41 óbitos, junho já tem quase o dobro de mortes por Covid-19 registrados em maio

Mato Grosso do Sul já soma 41 óbitos por Covid-19 até a manhã desta sexta-feira (19), conforme números da SES (Secretaria de Estado de Saúde), dois deles registrados nas últimas 24 horas, ambos em Dourados, a cerca de 222 km de Campo Grande. Os números indicam que os registros de junho, que tem 21 óbitos […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 19/06/2020, às 13h27 - Atualizado às 14h31

 (Foto: Ilustrativa, Reuters/ Pilar Olivares)
(Foto: Ilustrativa, Reuters/ Pilar Olivares) - (Foto: Ilustrativa, Reuters/ Pilar Olivares)

Mato Grosso do Sul já soma 41 óbitos por Covid-19 até a manhã desta sexta-feira (19), conforme números da SES (Secretaria de Estado de Saúde), dois deles registrados nas últimas 24 horas, ambos em Dourados, a cerca de 222 km de Campo Grande.

Os números indicam que os registros de junho, que tem 21 óbitos confirmados, já são quase o dobro das 11 mortes ocorridas em maio, o que indica uma curva exponencial nas estatísticas. As duas últimas confirmações referem-se a um indígena de 59 anos e uma mulher de 49.

A 40ª morte por Covid-19 foi de Evaristo Garcete, de 59 anos, a primeira morte por coronavírus na Reserva Indígena de Dourados, em Mato Grosso do Sul, ocorrido na quinta-feira (18). Evaristo tinha diabetes e estava internado desde o dia 07 de junho no Hospital Evangélico. Ele pertencia a etnia Guarani Kaiowa e foi a terceira morte registrada na cidade em apenas um dia. Evaristo foi sepultado nesta manhã.

A 41ª ocorreu nesta manhã, uma mulher de 49 anos, que estava internada desde 10 de junho com sintomas de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) no Hospital da Vida, em Dourados. O exame positivo para Covid-19 saiu nesta quinta-feira (18). Ela sofria de Doença Renal Crônica, Hipertensão, Diabetes e Insuficiência Cardíaca Crônica e estava na UTI.

Com 41 óbitos, junho já tem quase o dobro de mortes por Covid-19 registrados em maio
Foto: SES | Reprodução

Em relação às macrorregiões, Dourados permanece na liderança, com 20 mortes por Covid-19, seguida por Campo Grande (10), Três Lagoas (9) e Corumbá (2). No universo das microrregiões, Dourados tem 15 registros, contra 9 de Campo Grande, 7 de Três Lagoas, 2 de Corumbá, 2 de Nova Andradina e 2 de Paranaíba. Aquidauana, NAviraí e Ponta Porã têm um registro, cada.

Já em relação aos municípios de residência dos pacientes, Dourados tem 9 mortes, incluindo um douradense que morreu em Tocantis. Campo Grande tem 8 registros, seguida por Três Lagoas, que tem 5 mortes relatadas. Com dois registros, cada, estão Batayporã, Paranaíba, Rio Brilhante e Corumbá. Itaporã, Iguatemi, Sidrolândia, Ponta Porã, Douradina, Deodápolis e Anastácio apresentam um óbito, cada.

O boletim epidemiológico da SES não apresentou a 41ª morte porque o relato ocorreu após às 10h, quando as estatísticas são consolidadas para apresentação. Logo, as tabelas fornecidas estão desatualizadas.

Com 41 óbitos, junho já tem quase o dobro de mortes por Covid-19 registrados em maio
Foto: SES | Reprodução

O boletim epidemiológico do novo coronavírus desta sexta-feira (19) apresentou 392 novas confirmações de Covid-19 em MS, elevando o total de casos para 4.666. O aumento de 9,2% no total indica que a curva continua exponencial.

Jornal Midiamax