Cotidiano

Cassilândia decreta situação de emergência após epidemia de Dengue

A Prefeitura Municipal de Cassilândia, 431 km de Campo Grande, decretou situação de emergência após epidemia de casos de Dengue na cidade. Em publicação no Diário Oficial do Município no dia 10 de dezembro, o prefeito, Jair Boni Cogo, assina o decreto e anuncia o combate para a prevenção do mosquito transmissor da dengue, zika […]

Mariane Chianezi Publicado em 16/01/2020, às 15h09 - Atualizado às 15h11

None
dengue_-_zika_virus.jpg

A Prefeitura Municipal de Cassilândia, 431 km de Campo Grande, decretou situação de emergência após epidemia de casos de Dengue na cidade.

Em publicação no Diário Oficial do Município no dia 10 de dezembro, o prefeito, Jair Boni Cogo, assina o decreto e anuncia o combate para a prevenção do mosquito transmissor da dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela.

“Considerando que o Município de Cassilândia enfrenta um verdadeiro estado de calamidade pública na saúde, com altos índices de densidade larvária encontrados, com número de casos suspeitos e positivos de dengue no ano epidemiológico 2019/2020”, diz publicação.

Conforme o boletim epidemiológico da SES (Secretaria Estadual de Saúde), publicado nesta quarta-feira (15), Cassilândia tinha 81 casos notificados, com incidência de 376,9 uma população de 21.491.

No decreto, a prefeitura estipula um prazo de 90 dias para mutirões nas cidades para conter e eliminar os focos do mosquito. O decreto completo pode ser lido clicando aqui. A reportagem tentou contato com o prefeito Jair Boni, mas não obteve êxito.

Jornal Midiamax