Cotidiano

Aumento de casos não intimida e mais de 300 pessoas são flagradas nas ruas

O aumento de casos de coronavírus em Mato Grosso do Sul, não tem assustado e nem deixado as pessoas em casa. Somente na noite desta sexta-feira (07), durante ação de toque de recolher, a Guarda Civil Metropolitana abordou 308 pessoas nas ruas de Campo Grande. Como medida adotada durante as fiscalizações, as pessoas são abordadas […]

Dayene Paz Publicado em 08/08/2020, às 11h10 - Atualizado às 11h16

Equipes fiscalizaram estabelecimentos durante toque de recolher. Imagem: Divulgação
Equipes fiscalizaram estabelecimentos durante toque de recolher. Imagem: Divulgação - Equipes fiscalizaram estabelecimentos durante toque de recolher. Imagem: Divulgação

O aumento de casos de coronavírus em Mato Grosso do Sul, não tem assustado e nem deixado as pessoas em casa. Somente na noite desta sexta-feira (07), durante ação de toque de recolher, a Guarda Civil Metropolitana abordou 308 pessoas nas ruas de Campo Grande.

Como medida adotada durante as fiscalizações, as pessoas são abordadas e orientadas a retornarem para casa. Ainda, durante o período, a Guarda esteve em 13 residências após denúncias de festinhas. Nestes locais também foram feitas orientações.

Os estabelecimentos comerciais da Capital também foram fiscalizados, 32 pela Guarda e 17 pela Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano). Um estabelecimento foi interditado.

O cenário se torna mais crítico, já que Campo Grande e outras duas cidades do interior registram 65% das mortes por coronavírus em MS. Pesquisa analisou os dados entre 18 de julho e 1º de agosto e aponta que as três microrregiões de saúde tiveram um aumento expressivo no número de casos.

Nestas duas semanas epidemiológicas, foram registrados 3.599 novos casos em Campo Grande.

Jornal Midiamax