Cotidiano

Aquidauana tem mais 2 mortes por coronavírus e 15 indígenas internados

Óbitos incluem indígena de 66 anos, morador de comunidade na qual, no início do mês, houve ato do Governo de MS com aglomeração.

Humberto Marques Publicado em 28/07/2020, às 16h34 - Atualizado em 29/07/2020, às 08h44

Hospital Regional de Aquidauana. (Foto: Reprodução)
Hospital Regional de Aquidauana. (Foto: Reprodução) - Hospital Regional de Aquidauana. (Foto: Reprodução)

A Secretaria Municipal de Saúde de Aquidauana –a 120 km de Campo Grande– confirmou nesta terça-feira (28) mais 2 óbitos causados pelo novo coronavírus (Covid-19), um deles de morador de comunidade indígena na qual houve evento com indígenas no início do mês que é apontado como um facilitador do espalhamento da doença na região.

O número de vítimas fatais da doença no município chegou a 10, e o de infectados é de 190.

Dentre as novas mortes, está a de um homem de 66 anos, indígena, morador do distrito de Taunay, que faleceu em 24 de julho. O resultado da testagem só foi liberado nesta terça.

Em 2 de julho, um evento organizado pelo Governo do Estado para lançamento de obra de asfalto de rodovia na aldeia Taunay-Ipegue causou aglomeração e reuniu indígenas e autoridades que, dias depois, testaram positivo para coronavírus ou tiveram parentes infectados. Após o evento, houve pelo menos 4 óbitos por Covid-19 entre comunidades indígenas e 60 casos da doença confirmados.

O fato foi destacado por um grupo de entidades que cobra investigação do MPF (Ministério Público Federal) e responsabilização das autoridades que organizaram e participaram do ato, por favorecer o contágio dos índios. Das 20 pessoas internadas na cidade em razão da doença, 15 são indígenas.

A segunda nova morte por coronavírus em Aquidauana é de um senhor de 80 anos, não indígena, morador do Bairro Santa Terezinha, que veio a óbito no dia 26 –neste caso, a confirmação via exame só foi liberada nesta terça-feira.

Além dos óbitos, a cidade anunciou mais 20 casos ativos de Covid-19: 1 adulto indígena e 19 moradores da área urbana (14 adultos, 3 adolescentes e 2 crianças).

Ao todo, a cidade totalizou 190 casos positivos da doença, dos quais 17 são pessoas recuperadas e 163 envolvem casos ativos –com 20 pacientes hospitalizados (15 indígenas e 5 não indígenas) no Hospital Regional e no Hospital Funrural. Há, ainda, 439 amostras que aguardam testes no Laboratório Central de Mato Grosso do Sul.

Com as mortes em Aquidauana, o total de óbitos causados pela Covid-19 no Estado é de, pelo menos, 331. O total de infectados em Mato Grosso do Sul passa de 22,4 mil, conforme boletim divulgado nesta terça-feira pela Secretaria de Estado de Saúde.

Jornal Midiamax