Cotidiano

Além do coronavírus, idosa se preocupa com escorpiões de terreno vizinho

Além da preocupação com o novo coronavírus, uma idosa de 75 anos, tem que ficar atenta com o surgimento de escorpiões que saem de um terreno baldio ao lado da casa dela na Rua Campos Sales, Vila Belo Horizonte, região do Caiçara em Campo Grande. “É um escorpião fêmea que prendendo no vidro já começou […]

Diego Alves Publicado em 23/03/2020, às 23h51 - Atualizado em 24/03/2020, às 08h07

Idosa mora na região do Caiçara (Via WhatsApp)
Idosa mora na região do Caiçara (Via WhatsApp) - Idosa mora na região do Caiçara (Via WhatsApp)

Além da preocupação com o novo coronavírus, uma idosa de 75 anos, tem que ficar atenta com o surgimento de escorpiões que saem de um terreno baldio ao lado da casa dela na Rua Campos Sales, Vila Belo Horizonte, região do Caiçara em Campo Grande.

“É um escorpião fêmea que prendendo no vidro já começou a dar cria, foi encontrado na casa da minha mãe, sendo que, do lado da casa dela tem um terreno baldio, o mato está da altura do muro, e ao lado na Rua Amparo está um lixão alo. Então está imenso, uma multidão de lixo. Os escorpiões estão invadindo a casa dela, e ela já foi picada por um na semana passada”, diz Maura Barbosa Dourado, filha da idosa. O irmão de Maura foi quem recolheu o animal peçonhento. A situação do local foi repassada à prefeitura.

Jornal Midiamax