Cotidiano

VÍDEO: Em ruas sem asfalto, regra é ficar ilhado e sair de casa deixa de ser opção

Moradores do bairro Cristo Redentor, em Campo Grande, estão ilhados na manhã desta quarta-feira (1º). Ruas do bairro, que não é asfaltado e que não recebem manutenção há meses, estão alagadas e até carros sofrem com atoleiros que se formam. A situação é comum e se repete a cada chuva, conforme aponta a funcionária pública […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 01/05/2019, às 12h00 - Atualizado em 02/05/2019, às 09h13

Com ruas alagadas, ninguém consegue sair de casa no Cristo Redentor (Foto: Reprodução)
Com ruas alagadas, ninguém consegue sair de casa no Cristo Redentor (Foto: Reprodução) - Com ruas alagadas, ninguém consegue sair de casa no Cristo Redentor (Foto: Reprodução)

Moradores do bairro Cristo Redentor, em Campo Grande, estão ilhados na manhã desta quarta-feira (1º). Ruas do bairro, que não é asfaltado e que não recebem manutenção há meses, estão alagadas e até carros sofrem com atoleiros que se formam.

A situação é comum e se repete a cada chuva, conforme aponta a funcionária pública Adriana Mendes, de 45 anos. “A gente perde o dia quando chove, porque não tem como sair de casa. Se sair a pé tem que tomar banho em outro lugar, porque vai chegar marrom de tanta lama. Se sair de carro chega só até a esquina, porque o carro vai atolar”, afirma.

O presidente da associação de moradores do bairro, Diógenes Frank Luca, confirma o relato. Morador da região há cerca de dez anos, ele denuncia a falta de manutenção das vias.

“O bairro todo precisa de cascalhamento. A gente não pode estar se arriscando assim só por sair de casa. Aqui em frente tem um rio. Está mais que na hora da Prefeitura tomar uma atitude definitiva, porque a gente não aguenta mais”, comenta.

O mesmo problema ocorre também com frequência no bairro Estrela Park. Na Rua Manoel Alcova Filho, a trafegabilidade é péssima, principalmente devido aos piscinões de lama que surgem quando chove, devido à água represada.

“Somos abandonados pela Prefeitura. Infelizmente as ruas não têm manutenção. Esta área Verde é da Prefeitura e está abandonada, virando depósito de lixo e esconderijo de bandidos e usuários de drogas”, afirma o administrador Vinícius Amaral, 37 anos, morador da região.

VÍDEO: Em ruas sem asfalto, regra é ficar ilhado e sair de casa deixa de ser opção
Rua no Estrela Park também fica intransitável quando chove. Moradores pedem cascalhamento (Foto: Leitor | WhatsApp)

A mesma situação é enfrentada por moradores do Parque Residencial dos Girassóis, no qual várias ruas também se tornaram lamaçais nesta manhã. Segundo os leitores, o grande problema é a falta de cascalhamento e de manutenção preventiva.

“A gente nem fala de asfalto, o problema é que faz tempo que não é cascalhado aqui. É um grande problema, a gente fica sem sair de casa porque não dá pra andar, não tem calçada, não tem rua, só lama”, comenta Carla Cristina Medeiros, de 31 anos.

No bairro Nova Campo Grande, alagamentos em dia de chuva são fatos esperados. “É um problema muito antigo, mas infelizmente a gente já perdeu as esperanças de ver isso mudar”, comenta Luciano Almeida, de 62 anos, aposentado.

Reincidentes

A situação do bairro Cristo Redentor já foi retratada diversas vezes no Jornal Midiamax. No último dia 23 de abril, moradores da Rua Lourenço Alves da Costa, que é linha de ônibus, reclamaram mais uma vez de que a via tornou-se intransitável devido à lama.

VÍDEO: Em ruas sem asfalto, regra é ficar ilhado e sair de casa deixa de ser opção
Ruas se transformam em atoleiros quando chove (Foto: Leitor | WhatsApp)

Em fevereiro, um ônibus atolou no mesmo local durante as chuvas. No mesmo dia, um veículo Volkswagen Parati também ficou preso. Na época, a Prefeitura disse que faria manutenção nas principais vias do bairro, mas Sandro afirma que a melhora não chegou à rua em que mora. “Tem mais de um ano que a rua não recebe manutenção”.

No Estrela Park, um brejo em área pública que não recebe manutenção virou criadouro de sapos e têm causado temor entre os moradores da região. No Girassóis, ruas sem asfalto que viram armadilha de lama para veículos também foi tema de reportagem há poucas semanas.

O Jornal Midiamax entrou em contato com a Prefeitura de Campo Grande sobre a situação do bairro e aguarda posicionamento.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax