Cotidiano

Marquinhos afirma que ‘fará esforço’ para pagamento integral de 13º de servidores

O Prefeito Marquinhos Trad (PSD) afirmou nesta segunda-feira (7) que a Prefeitura fará o pagamento integral dos servidores públicos, e não de forma escalonada. O prazo para pagamento do salário extra para trabalhadores em regime estatutário vence em 20 de dezembro. Segundo Marquinhos, até lá a Prefeitura disporá do valor necessário. “Estamos fazendo todos os […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 07/10/2019, às 12h17 - Atualizado às 17h21

Foto: Marcos Ermínio | Midiamax
Foto: Marcos Ermínio | Midiamax - Foto: Marcos Ermínio | Midiamax

O Prefeito Marquinhos Trad (PSD) afirmou nesta segunda-feira (7) que a Prefeitura fará o pagamento integral dos servidores públicos, e não de forma escalonada. O prazo para pagamento do salário extra para trabalhadores em regime estatutário vence em 20 de dezembro. Segundo Marquinhos, até lá a Prefeitura disporá do valor necessário.

“Estamos fazendo todos os esforços para fazer o pagamento [na data]. Por enquanto, ainda não temos toda a quantia, mas, vamos completar”, destacou.

A folha de pagamento do município contempla cerca de 25 mil pessoas, entre ativos, inativos e pensionistas. Em 2018, a folha referente ao 13º foi estimada em cerca de R$ 80 milhões – menor que as demais, já que nela não incidem alguns abonos, plantões e demais benefícios que servidores recebem regularmente.

Dificuldades

Na última semana, o titular da Sefin (Secretaria Municipal de Finanças e Planejamento) destacou que a Prefeitura deverá enfrentar dificuldades para pagar o salário extra, já que o caixa foi afetado pela queda na arrecadação do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e aumento de despesa com saúde e educação.

“Isso tudo fez que nosso caixa fosse pressionado e parte do recurso guardado para o décimo terceiro usado”, afirmou o secretário. Ele ainda espera que o desafogo no caixa aconteça a partir de emendas parlamentares de mais de R$ 20 milhões e royalties de leilões do pré-sal que serão divididos entre Estados e municípios. O aporte financeiro previsto para a Capital é de R$ 16 milhões.

“Essas são coisas que podem ajudar o caixa e economias próprias que nós vamos fazer para tentar pagar o décimo terceiro dentro deste ano”, finalizou.

Jornal Midiamax