Cotidiano

É inaugurada em Campo Grande a maior fábrica de proteína de soja da América Latina

Foram investidos 250 milhões de dólares

Tábata Rauschkolb Publicado em 08/06/2018, às 12h03 - Atualizado às 14h02

None

Foi inaugurada nessa sexta-feira (08) a nova fábrica de proteínas de soja ADM (Archer Daniels Midland Company), no Núcleo Industrial Indubrasil, em Campo Grande, com a presença do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

É inaugurada em Campo Grande a maior fábrica de proteína de soja da América LatinaA obra de revitalização do Núcleo Industrial custou R$ 6,6 milhões ao Governo do Estado e possibilitou a instalação da fábrica na capital. A unidade inaugurada realiza o processamento de proteína de soja e tem capacidade de processar 50 mil toneladas do produto ao ano, o que valoriza o agronegócio e muda o a realidade da produção no estado. A soja que antes era importada dos Estados Unidos pelo Brasil, agora será produzida em Mato Grosso do Sul.

O empreendimento é a maior fábrica de proteína de soja da América Latina, segundo os administradores. Ao todo, foram investidos 250 milhões de dólares, gerando 150 empregos diretos e 1000 indiretos.

O Secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Elias Verruck, afirma que a fábrica vai atrair indústrias de alimentos para se instalar no estado, gerando um novo modelo de produção do agronegócio.

O diretor presidente da MSGÁS (Companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul), Rudel Trindade, ressalta que a quantidade de gás utilizada pelas fábricas de soja da ADM já era equivalente ao consumo de toda Campo Grande. Com a nova unidade e a tecnologia utilizada, aumentou consideravelmente a eficiência da secadora de grão e cereais, a produção e o consumo de gás.

A empresa MSgás afirma ter investido R$ 3 milhões na construção de um ramal específico para atender a fábrica, com cerca de 40 mil m³ de gás por dia – o dobro do consumido diariamente na Capital.

A concretização da fábrica foi garantida por meio da contratação de R$ 274 milhões feita pela empresa junto ao Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO). Essa foi a primeira contratação de recursos desse fundo concretizada para Mato Grosso do Sul.

Jornal Midiamax