Cotidiano

Confira as manchetes desta terça-feira nos principais jornais do país

Déficit recorde na Previdência é destaque

Richelieu Pereira Publicado em 23/01/2018, às 10h30

None

Déficit recorde na Previdência é destaque

O GLOBO

Déficit da Previdência dispara e atinge R$ 268,7 bi

O governo anunciou o maior rombo já registrado na Previdência, de R$ 268,7 bilhões — incluindo o regime de aposentadorias e pensões do setor privado (INSS) e o dos servidores públicos. Mesmo com esse resultado, há entraves para aprovar a reforma da Previdência em fevereiro.

Lula recorre a cada três dias

O ex-presidente Lula apresentou um recurso a cada três dias nos processos em que é réu na Operação Lava-Jato. O número é superior aos de acusados como o ex-deputado Eduardo Cunha. Em meio a forte esquema de segurança em Porto Alegre, Lula desembarca na cidade hoje para ato com militantes.

O ESTADO DE S. PAULO

Sede do tribunal onde Lula será julgado é isolada por terra e ar

A partir do meio-dia de hoje, o acesso ao perímetro do prédio do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, onde amanhã será julgado o recurso do ex-presidente Lula contra sua condenação por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do apartamento triplex do Guarujá, ficará isolado por via aérea, terrestre e naval.

FMI eleva projeções para o Brasil

Novas projeções do FMI, apresentadas ontem em Davos, mostram que o Brasil crescerá 1,9% neste ano e 2,1% no próximo, informa Rolf Kuntz. A economia mundial deverá crescer 3,9% agora e em 2019.

FOLHA DE S. PAULO

BNDES quer usar letras de crédito para fazer caixa

O BNDES pediu aval ao Banco Central para entrar no mercado de LCIs (Letras de Crédito Imobiliário) para reforçar o caixa que, segundo o banco, não será suficiente para devolver R$ 150 bilhões neste ano à União. Segundo Carlos Thadeu de Freitas, diretor da área financeira da instituição, o BNDES pode captar de R$ 5 bilhões a R$ 6 bilhões com essas operações em 2018.

Previdência tem déficit recorde de R$268,8 bi no ano de 2017

A Previdência Social registrou déficit recorde de R$ 268,8 bilhões em 2017, considerando os resultados do INSS e do regime dos servidores da União. A soma registrou alta de 18,5% no ano passado, ante rombo de R$ 226,8 bilhões em 2016.

Jornal Midiamax