Cotidiano

Confira as manchetes desta quarta-feira dos principais jornais do país

Julgamento do ex-presidente Lula é destaque

Richelieu Pereira Publicado em 24/01/2018, às 10h04

None

Julgamento do ex-presidente Lula é destaque

O GLOBO

Um julgamento decisivo para 2018

Três desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região julgam hoje o recurso apresentado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a condenação a nove anos e meio de prisão, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex do Guarujá. A decisão pode tirar ou não da disputa presidencial o mais forte dos pré-candidatos, com cerca de 30% das intenções de voto, de acordo com as pesquisas.

Mercado vive tensão antes do veredito

Preocupados com as minúcias judiciais que podem afetar o bolso dos investidores, agentes do mercado financeiro recorrem a advogados e consultorias políticas para projetar cenários. Eles acompanharão o julgamento de Lula em tempo real. A Bolsa caiu, e o dólar subiu.

O ESTADO DE S. PAULO

TCU investiga crédito de banco público a Estados e municípios

O Tribunal de Contas da União (TCU) prepara auditoria para investigar empréstimos concedidos por bancos públicos federais a Estados e municípios. O caso mais grave é o da Caixa, que em 2017 desembolsou R$ 3,4 bilhões, a maior parte sem garantia da União.

Tribunal julga recurso de Lula em condenação por corrupção

O TRF-4 julga hoje em Porto Alegre recurso do ex-presidente Lula contra condenação de 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá. Se a sentença do juiz Sérgio Moro for confirmada, o petista poderá ficar inelegível – mas isso dependerá de decisão do TSE – e ter a prisão decretada.

FOLHA DE S. PAULO

Lula ataca mercado e elite antes de veredicto

Na véspera do julgamento em Porto Alegre que definirá seu rumo na eleição presidencial deste ano, o ex-presidente Lula, 72, atacou mercado, elite e imprensa. Em ato na capital gaúcha, o petista afirmou que “o mercado tem medo de Lula”. “Não sei se é mercado ou um bando de yuppies, meninos.

Conselho da Caixa destitui três vices afastados por Temer

Na primeira reunião do conselho de administração após a aprovação do novo estatuto, a Caixa decidiu destituir três dos quatro vice-presidentes suspensos pelo presidente Michel Temer. O quarto voltará ao cargo. O conselho decidiu ainda abrir seleção para todos os 12 cargos. Ela deve ser concluída em 12 meses.

Jornal Midiamax