Cotidiano

VÍDEO: demolição de casas em área invadida na Capital causa tumulto

Invasores chegaram a subir nas construções

Midiamax Publicado em 18/01/2017, às 19h44

None
1018f8cf-98ed-43b2-a868-4dfabe09fc4a.jpg

Invasores chegaram a subir nas construções

As notificações de remoção de 60 famílias e a demolição das casas vazias na área invadida, há seis meses, no Jardim Montevideo, em Campo Grande, provocaram um princípio de tumulto, na tarde desta quarta-feira (18). Populares chegaram a subir em construções semiprontas na tentativa de impedir a passagem das retroescavadeiras.

Com palavras de ordem, os invasores se intitulam 'traídos' pela prefeitura. A ação de despejo da Emha (Agência Municipal de Habitação) conta com o apoio de 20 guardas municipais.

De acordo com os invasores, todos foram pegos de surpresa, tendo em vista, a visita feita pelo atual prefeito Marquinhos Trad, durante a campanha, com a promessa de regularização da situação habitacional.

Seis casas de alvenaria foram demolidas e as famílias querem o ressarcimento do que investiram para a construção.

Os moradores que tentaram barrar o trabalho da máquina retroescavadeira foram impedidos pelos Guardas Municipais. A situação voltou ao controle e a derrubada continuou.

A reportagem indagou a assessoria de imprensa da Prefeitura sobre a ação, que informou que todos os invasores de áreas públicas serão notificados administrativamente e caso o problema persista haverá judicialização.

Por volta das 17h20, um segundo terreno localizado no bairro e invadido por cerca de 25 famílias também foi alvo de despejo.

Assista ao vídeo:

Matéria editada às 17h20 para inclusão de informações*

Jornal Midiamax