Umidade relativa do ar está em 17%

A baixa umidade do ar atingiu níveis críticos nesta semana, chegando a 17%, o que deixa em estado de alerta, conforme dados enviados pelo meteorologista Natálio Abraão Filho. Além disso, a temperatura, que chegou a 36,5º nesta terça-feira (29) aumenta o desconforto da população.

A Defesa Civil emitiu nota sobre as condições climáticas e orienta que a população evite praticar exercícios físicos ao ar livre das 10 às 16 horas. Recomenda também umidificar o ambiente sempre que possível, utilizando umidificadores ou mesmo toalhas molhadas. Além disso, aconselha a permanecer em locais protegidos do sol e evitar aglomerações em ambientes fechados. Para aliviar os sintomas, é recomendável fazer o uso do soro fisiológico para umidificar olhos e narinas e um consumo maior de água.

Levantou poeira nos bairros

Apesar de o clima ser o mesmo em toda a cidade, moradores de alguns bairros acabam sofrendo mais, como é o caso do Jardim Noroeste, que fica na região leste de Campo Grande. Sem asfalto, a poeira agrava a situação da população no local.

“Muita poeira. Os carros passam correndo, não respeita. O tempo está muito seco e fica difícil para respirar e dormir à noite. Tem que por toalha molhada na cabeceira da cama”, relata a dona de casa Deolinda Candelária, de 40 anos.

Nesta época também são frequentes as queimadas, utilizadas por pessoas para limpar terrenos. A dona de casa Juliana Celen, de 29 anos, que está gestante, reclama da fumaça. “A gente sofre com o tempo seco e as queimadas atrapalham mais ainda”, lamenta. “A gente nem sabe como denunciar, quase sempre botam fogo no início da noite”, completa Juliana que andava pelo bairro protegendo-se do sol com um guarda-chuva.

Com a filha de 1 ano no carrinho, Caroline Quaresma de Souza, de 17 anos, também reclamou do tempo. “Está difícil. Fico colocando soro no nariz dela. Ventilador não resolve. Coloco umidificador para dormir melhor”, explica. A dona de casa Maria Ferreira Bispo, de 58 anos, cuida da neta de dois anos e conta que dá banhos na menina para amenizar o tempo seco e o calor.

No Estado

Tempo seco deixa Campo Grande em estado de alerta e castiga moradores

Temperaturas elevadas também castigam cidades por todo o Estado. Em Aquidauana e Anastácio foi registrada 39,1º, com sensação térmica de 43,1º. O calor atinge também o município de Coxim, com 38,3º e sensação térmica de 42º, e em Bodoquena fez 38º, com sensação térmica de 41,8º.