Presidente enfrenta sua maior crise política

Cerca de 50 manifestantes fazem ato pela saída do presidente Michel Temer (PMDB) e contra votação das reformas trabalhista e previdenciária, na manhã deste domingo (21), no Centro de Campo Grande.

O grupo que integra os movimentos Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo pretende fazer panfletagem durante parte da manhã e chamar atenção de motoristas que passam pelo cruzamento da Rua 14 de Julho com a Avenida Afonso Pena.

Um dos coordenadores do Frente Brasil Popular, Francisco Givanildo dos Santos afirma que o ato tem como objetivo conscientizar os campo-grandenses sobre a fragilidade do governo Temer depois das informações reveladas pelos donos do grupo JBS em delação à PGR (Procuradoria-Geral da República).

Protesto na Capital pede saída de Temer e fim das reformas

Além de ser contra as reformas e a favor da saída de Temer, os manifestantes também apoiam que caso haja vacância na presidência, o novo comandante do Brasil seja escolhido por meio de eleições diretas e não indiretas, como prevê a Constituição.

O ato dos manifestantes deve se estender até às 11 horas e não há previsão de passeata ou bloqueio do trânsito do Centro.