Gratificação foi instituída no início do mês para categoria

Um decreto publicado nesta segunda-feira (21) pela Prefeitura de revogou totalmente a concessão da gratificação de operações especiais aos guardas municipais da capital.

A gratificação foi instituída no início do mês, em outro decreto, para guardas que atuavam na Coordenadoria-Geral da Segurança Especial do gabinete do prefeito, ou cedidos a órgãos do Poder Legislativo, com ônus para a origem.

Após a incorporação da gratificação, servidores da guarda municipal de Campo Grande reclamaram ao Jornal Midiamax que tiveram seus salários reduzidos, por causa da retirada do adicional por plantão de serviço.

Segundo o presidente do Sindicato dos Guardas Municipais da Capital, Hudson Pereira Bonfim, a gratificação por plantões foi retirada pois, após negociação com a Prefeitura, houve uma redução da jornada de trabalho da categoria.Prefeitura retira adicional de operações especiais da Guarda Municipal

“Eles não estão recebendo a hora extra porque não estão fazendo”, disse Bonfim. Ele afirmou que, com as negociações, houve uma redução de 60h mensais na jornada de trabalho dos servidores.

De acordo com o decreto publicado nesta segunda-feira, a revogação do adicional por operações especiais será retroativa, tendo seus efeitos contados a partir do dia 1º de maio.