Concerto também vai celebrar aniversário de 118 anos

Após um período de reestruturação, a Orquestra Sinfônica de voltará aos palcos com uma apresentação que também vai celebrar os 118 anos da Capital. O espetáculo acontece nesta terça-feira (22), às 19:30, no teatro Glauce Rocha e a entrada é gratuita. O público deve retirar os ingressos antes da apresentação, no próprio local.

Os músicos irão apresentar ao público trilhas sonoras de filmes famosos como Piratas do Caribe, Crepúsculo e Rei Leão, na primeira parte do concerto. Na sequência, serão tocadas músicas clássicas com composições do violinista italiano Antônio Vivaldi, do maestro Vittorio Monti, do músico alemão Johannes Brahms e do talentoso Wolfgang Amadeus Mozart.

A apresentação acontece através de uma parceria da Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo) com o Movimento Concerto da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

“Um dos nossos grandes desejos está sendo realizado. Ter a nossa orquestra brilhando nas apresentações e concertos é um dos marcos desta gestão, pois nosso intuito é fomentar a cultura na Capital e mostrar aos moradores as potencialidades que temos dentro do cenário musical”, analisa a titular da Sectur, Nilde Brum.Orquestra Sinfônica da Capital faz retorno aos palcos com apresentação gratuita

O grupo já se apresentou nos principais municípios do estado. Durante sua trajetória, houve espetáculos com solistas brasileiros e estrangeiros dos Estados Unidos, Portugal, Itália, Coreia do Sul, Argentina, Suíça, Canadá, Paraguai, Bolívia, Uruguai e outros países. Atualmente, a Orquestra Sinfônica é conduzida pelo maestro Eduardo Martinelli, fundador da Orquestra de Câmara de Itanhaém e da Orquestra Barroca de Mato Grosso do Sul.

Além das apresentações, a orquestra mantém um programa de incentivo e aperfeiçoamento técnico para jovens músicos, integrando promissores talentos da cidade por entender que deve haver incentivo do cenário musical erudito. 

Serviço: apresentação Orquestra Sinfônica de Campo Grande
Horário: 19:30
Local: Teatro Glauce Rocha, na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul