Cotidiano

Na Capital, apenas sete aparecem para ato de ‘Fora Temer’

Temer pode ser julgado por corrupção passiva

Midiamax Publicado em 02/08/2017, às 19h49

None

Temer pode ser julgado por corrupção passiva

A votação na Câmara Federal que pode levar o presidente Michel Temer (PMDB) a julgamento por corrupção passiva, mobilizou manifestes contrários ao governo em todo o país nesta quarta-feira (2), mas em Campo Grande, menos de dez pessoas participam do ato na avenida Afonso Pena com a Rua 14 de Julho. 

A Frente Brasil Popular, formada por 60 entidades, é a responsável pela a organização da ‘Vígilia Fora Temer’. Os manifestantes acompanham a votação por telões, que deve acabar por volta das 21 horas. 

A expectativa dos organizadores é de que mais pessoas apareçam para assistir à votação nas próximas horas, mas a pouca participação coloca em debate outro ponto: O cansaço do povo brasileiro. ‘O desânimo é devido as últimas votações, os resultados foram contra nós”, comentou o presidente regional da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Genilson Duarte, em relação a aprovação da reforma trabalhista. 

Para a professora Ana Claudia Salomão, assistir à votação de hoje já é uma forma de pensar no voto em 2018. “São oito votos de Mato Grosso do Sul e três já se posicionaram a favor do julgamento de Temer: Zeca do PT, Dagoberto e Vander”, disse. 

Pela manhã, manifestantes bloquearam ao menos três rodovias de São Paulo em protesto pela aceitação da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) na Câmara dos Deputados. Também foram registrados atos no Acre, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e Santa Catarina. 

Jornal Midiamax