Cotidiano

MPT vai premiar trabalhos artísticos de alunos que retratarem ‘trabalho infantil’

Alunos de todo Brasil podem participar

Midiamax Publicado em 05/07/2017, às 19h16

None

Alunos de todo Brasil podem participar

O prêmio ‘MPT na Escola 2017’ está com inscrições abertas e irá premiar os melhores trabalhos artísticos de alunos do ensino fundamental em todo o Brasil. O tema dos projetos de arte deve ser o ‘trabalho infantil’, uma das atribuições da Procuradoria do Trabalho.

O MPT-MS (Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul) publicou o edital do concurso nesta quarta-feira (5) e os alunos podem realizar a inscrição até o dia 20 de setembro. Os vencedores concorrerão a R$ 240 mil – R$ 40 mil para cada categoria, divididos entre os cinco melhores trabalhos, com valores variantes conforme a colocação obtida –.

Conforme explica a assessoria do MPT-MS, neste ano, as produções sugeridas são desenho em cartolina, conto, poesia, curta-metragem, esquete teatral e música. Todos os trabalhos devem ser encaminhados por email, para o [email protected], ou entregues na Procuradoria Regional do Trabalho da 24ª Região, em Campo Grande, na Procuradoria do Trabalho no Município de Dourados ou na Procuradoria do Trabalho no Município de Três Lagoas.

MPT vai premiar trabalhos artísticos de alunos que retratarem ‘trabalho infantil’

“Nesse primeiro momento, alunos, professores, coordenadores da escola e do município serão premiados com medalhas, além de troféus para as escolas. Já a última etapa ocorrerá em Brasília, com sessão solene que definirá os vencedores nacionais”, complementa a assessoria do MPT-MS.

Mato Grosso do Sul teve destaque em 2016, e obteve premiação em várias produções, destacando-se em 1º lugar na categoria curta-metragem pela Escola Municipal Rural Maria Ana Ruso, de Ladário. A premiação foi de R$ 12 mil.

O MPT na Escola oferece ações voltadas para debates sobre temas relativos aos direitos da criança e do adolescente, especialmente a erradicação do trabalho infantil e a proteção ao trabalhador adolescente.

Para isso, utiliza materiais e cartilhas fornecidos pelo programa, e busca orientar as crianças e adolescentes quanto aos malefícios e mitos do trabalho infantil, romper barreiras culturais de permissibilidade do trabalho infantil, capacitar e sensibilizar sobre os direitos da criança e divulgar o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Jornal Midiamax