Informações de médicos e da Prefeitura se desencontram e segue impasse no reajuste

Prazo é dia 31 de maio
| 29/05/2017
- 17:43
Informações de médicos e da Prefeitura se desencontram e segue impasse no reajuste

Prazo é dia 31 de maio

Os médicos da Prefeitura de Campo Grande seguem sem informações sobre o reajuste da categoria, que tem data-base em 31 de maio. As negociações entre o sindicato que representa os trabalhadores e a Prefeitura seguem, mas ainda são desencontradas já que os dois lados ‘aguardam’ documentos.

Procurado pela Jornal Midiamax, o Município informou que a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) está aguardando um posicionamento do Sinmed-MS (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul). “Eles ficaram de dar uma devolutiva”. Por outro lado, o presidente do sindicato, Flávio Freitas, alegou que a Prefeitura é que deve encaminhar um posicionamento ao sindicato e alega que a Prefeitura está de “enrolação”.

 

A última assembleia da categoria foi realizada na quinta-feira (25) e, segundo Freitas, não há reunião marcada para esta semana. Ou seja, deve-se esperar pelo dia 31.

Reajuste

Os médicos pedem 27% de ajuste salarial, atingindo R$4,7 mil, com a incorporação das três gratificações aos salários. Atualmente, o salário-base é de R$ 2,276 mil.

Informações de médicos e da Prefeitura se desencontram e segue impasse no reajuste

 

Para ficar mais tempo nos postos, o município pode dobrar os salários dos médicos que passaria de R$ 2,5 mil para R$ 6 mil. Além disso, a proposta prevê a incorporação das gratificações.

 

Veja também

Recebem atendimentos os assentamentos de Monjolinho, Santa Amélia, Aldeia, Mutum, entre outros

Últimas notícias